Madrasta acusada de mandar matar enteada e marido teria descoberto que eles mantinham um triangulo amoroso com rapaz

Uma notícia tem estampado em todas as manchetes nesta terça-feira (28). A polícia prendeu uma mulher acusada de pagar para matar o namorado e a filha dele, após descobrir que ele se relacionava com a própria filha, e o genro dele, de 26 anos. A mulher foi presa em Canindé, interior do Ceará, nessa segunda-feira (27).

As vítimas foram atingidas por disparos de arma de fogo na porta de casa e estão hospitalizadas. Segundo o delegado responsável pelo caso, Daniel Aragão, Maria Aparecida Barroso, de 36 anos, namorava Jaelson Oliveira, de 39; Jaelson mantinha um segundo relacionamento que envolvia três pessoas: ele, a própria filha, de 20 anos, e o genro dele que tem apenas 26 anos.

Após ter descoberto o triângulo amoroso, Maria Aparecida acertou com duas pessoas e pagou R$ 3.000 para que pai e filha fossem mortos. O namorado da filha do seu namorado foi quem intermediou o assassinato. A Polícia Civil conseguiu prender um homem e um adolescente de 17 anos horas após o crime, acusados de tentativa de homicídio. A polícia ainda conseguiu apreender a arma usada para cometer o crime.

Segundo informações da polícia, o namorado da jovem foi quem primeiro descobriu o relacionamento entre pai e filha. Decidiu seguir com o relacionamento a três e informou Maria Aparecida sobre o triângulo amoroso. Maria contou em depoimento que tentou a separação, mas era ameaçada pelo companheiro e até pensou em cometer suicídio. Contudo, Maria pagou R$ 3.000 para que o namorado da jovem conseguisse pessoas para executar o crime, que ocorreu em junho deste ano. Pai e filha foram baleados na porta de casa e foram encaminhados para um hospital da região.

Após o homem ter alta médica, é aguardado o depoimento dele para se esclarecer alguns pontos. Se ficar comprovado o relacionamento dele com a filha, ele poderá ser enquadrado no crime de estupro de vulnerável.

Da redação do Acontece na Bahia

Foto: TV Verdes Mares/Reprodução

Tag(s): , , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Jacobina: Com apenas 22 anos, filha do músico Canindé morre devido à Covid-19 e deixa a cidade enlutada

Uma triste notícia chamou a atenção dos internautas nesta manhã de segunda-feira (17). Clara Mascarenhas, de 22 anos, filha do cantor Canindé, faleceu após uma brava batalha contra a Covid-19.

A jovem de apenas 22 anos faleceu após desenvolver os sintomas graves da doença. Assim, ela ficou internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional Vicentina Goulart, onde lutou bravamente contra o vírus, porém, infelizmente não resistiu.

A mãe de Clara também foi internada pouco tempo depois da filha. No entanto, ela logo se recuperou e recebeu alta.

O caso comoveu a cidade de Jacobina e região. “Jacobina está de luto, é muito triste, doloroso. Que Deus dê forças aos pais, a toda família, e console os corações de todos”, afirmou um internauta.

A jovem também era música e tocava violoncelo. Confira um trecho de uma participação com seu pai abaixo:

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque.