Após fuga para o México, Zé Trovão é finalmente localizado e preso no Brasil

Um foragido da Justiça Brasileira foi finalmente localizado. Depois de uma temporada no exterior, Zé Trovão surgiu hoje, já no Brasil, e acabou preso.

Marcos Antônio Pereira Gomes, o caminhoneiro bolsonarista conhecido como Zé Trovão, ganhou expressividade nas redes sociais quando surgiu a possibilidade de novos protestos da classe. Contudo, as ideias difundidas por ele chamaram a atenção das autoridades. Em seu discurso, Zé foi acusado de defender pautas antidemocráticas que ameaçam as instituições. Por conta disso, Zé estava sob a ordem de um mandado de prisão desde 20 de agosto. O próprio Supremo Tribunal Federal (STF) foi responsável por expedir o mandado. Contudo, o caminhoneiro estava foragido no México.

Durante seu período como foragido no exterior, Zé Trovão chegou a fazer uma publicação nas redes sociais relatando que a embaixada brasileira o procurou no hotel. O hotel onde Zé estaria escondido teria sido visitado por agentes da embaixada. Então, nesta terça-feira (26), Zé resolveu se entregar à Polícia Federal. De acordo com o portal Globo, Zé se entregou por volta das 14h na delegacia da PF de Joinville, em Santa Catarina, cidade onde o caminhoneiro morava. Ainda segundo o portal, a defesa de Zé Trovão afirmou que ele “está a dispor da Justiça para provar sua inocência”.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , .

Categoria(s): Nacional.

Caminhoneiros convocam greve com data marcada e reivindicam redução no preço do diesel

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais neste domingo (17). Os caminhoneiros reuniram as suas lideranças de todo o país no Rio de Janeiro, nesse sábado (16). O objetivo foi definir, dentre outras pautas, o que a categoria chamou de “estado de greve” por 15 dias. Ficou decidido que haverá uma greve em 1º de novembro, caso as reivindicações estabelecidas, dentre elas a redução no preço do diesel, não forem atendidas pelo governo.

A categoria pede a volta da aposentadoria especial, concedida depois de 25 anos de contribuições previdenciárias, e na tabela de frete, o chamado “piso mínimo”, que é uma das pautas em análise pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Luciano Santos Carvalho, representante do Sindicato dos Transportadores Rodoviários Autônomos de Bens da Baixada Santista e Vale do Ribeira (Sindicam), em São Paulo, disse em mensagem de texto: “Ficou decidido que vamos dar 15 dias para o governo responder. Se não houver resposta de forma concreta em cima dos direitos do caminhoneiro autônomo, dia 1º de novembro Brasil todo parado aí.”

Wallace Landim, o Chorão, presidente da Associação Brasileira de Condutores de Veículos Automotores (Abrava), e uma das principais lideranças de caminhoneiros autônomos do país, confirmou a realização de reunião de lideranças dos caminhoneiros, além de confirmar o teor das mensagens compartilhadas por meio de grupos.

“A nossa categoria está na beira do abismo. Hoje ficou decidido que estamos em estado de greve pelos próximos dias. E se as nossas reivindicações, principalmente com relação ao preço do diesel, não forem aceitas, a gente começa uma greve no dia 1º”, garantiu Chorão.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Entenda quem é Zé Trovão, o caminhoneiro por trás da paralisação das rodovias

Uma notícia tem sido destaque nos noticiários desta quinta-feira (9). A mobilização prévia para os protestos do dia 7 de setembro pelos caminhoneiros, projetaram o nome do youtuber Marcos Antônio Pereira Gomes, o Zé Trovão, como um dos assuntos mais discutidos nas redes sociais nesta quinta-feira. Convocações feitas por meio de vídeos por Zé Trovão circulam em grupos de simpatizantes do presidente Bolsonaro desde o final do mês de agosto e convocavam os bolsonaristas às manifestações do dia 7 de setembro, além de incentivar as paralisações nas estradas do país.

O youtuber segue foragido após a determinação de prisão feita pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), na última sexta-feira (3), onde é acusado de ameaças à democracia em atos violentos que estavam sendo organizados para o Dia da Independência. Zé Trovão também está proibido de se aproximar da Praça dos Três Poderes, em Brasília, por determinação do STF.

Zé Trovão também ficou conhecido como uma liderança dos caminhoneiros ao incitar atos contra os ministros do STF. Nas redes sociais, o youtuber propõe que os manifestantes só deixem Brasília após os membros da Corte serem retirados, além de pedir que os manifestantes entregassem vários pedidos de impeachment dos membros do STF.

O youtuber fez uma publicação no sábado (4), na qual afirmava que estaria na Avenida Paulista, em São Paulo, e desafiava o ministro Alexandre de Moraes a ir prendê-lo.”Eu vou te fazer um convite, Alexandre de Moraes. Que tal você mesmo vir à Paulista no dia 7 de setembro e me prender? Estarei lá à sua disposição.”

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Caminhoneiros seguiram com protestos em 15 estados apesar do áudio de Bolsonaro direcionado à categoria

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais nesta quinta-feira (9). Após a iminente ameaça de greve por parte dos caminhoneiros, vários pontos de bloqueio foram registrados em mais de 15 estados pelo país e outras tentativas de paralisação em rodovias federais também foram vinculadas à categoria, de acordo com divulgação feita pelo Ministério da Infraestrutura. A consequência das paralisações afetou diretamente no abastecimento de alguns postos que ficaram sem combustíveis desde a noite dessa quarta-feira (8).

De acordo com o Ministério da Infraestrutura, o tráfego de caminhões foi liberado pela Polícia Rodoviária Federal na na BR-040/Minas Gerais, BR-116/Rio de Janeiro (Dutra/Barra Mansa), BR-040/Rio de Janeiro (Reduc), BR-101/Espírito Santo, BR-376/Paraná e BR-153/Goiás (Anápolis). Segundo a PRF, a rodovia federal BR-174, em Roraima, é a única que ainda segue completamente interditada.

De acordo com o órgão, ainda há bloqueios em Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná, Espírito Santo, Mato Grosso, Goiás, Bahia, Minas Gerais, Tocantins, Rio de Janeiro, Rondônia, Maranhão, Roraima, Pernambuco e Pará.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.