Suspeito de raptar moça a caminho da escola, é finalmente preso pela e confessa ter levado ela para o mato

Uma notícia tem sido destaque nos principais meios de comunicação neste sábado (19). O homem suspeito de estuprar uma adolescente de 14 anos, no momento em que ela estava a caminho da escola, foi preso nessa sexta-feira (18) pela Polícia Civil do Distrito Federal. Segundo as autoridades, o crime ocorreu na última quinta-feira (17), no Paranoá.

O suspeito fez a abordagem à adolescente por volta das 7h. Registro feito por imagens de câmeras de monitoramento mostram o suspeito andando com o braço nos ombros da adolescente e a conduzindo de forma coercitiva até o local onde teria cometido o crime.

O suspeito foi encontrado no trabalho, em uma pizzaria da Asa Sul, segundo informações da polícia, confirmada pelo delegado à frente do caso, Ricardo Vianna, da 6ª Delegacia de Polícia (Paranoá).

O homem teria levado a vítima para um prédio em construção, apontou a investigação em andamento. Após ser violentada, a vítima fugiu e conseguiu entrar em contado com a Polícia Militar.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, o suspeito foi localizado com a ajuda de denúncias anônimas que foram feitas. Houve também, segundo o investigador, o reconhecimento do suspeito feito pela adolescente violentada.

Segundo o delegado, a adolescente informou que o homem tinha uma tatuagem na perna, o que foi apurado pela investigação. Para o delegado, “Isso foi fundamental”. Ainda de forma preliminar, o homem disse que havia levado a adolescente para o mato. Entretanto, o depoimento formal ainda deve ser prestado pelo suspeito às autoridades.

A Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP-DF) aponta que, em 2021, foram 607 casos de estupro registrados em Brasília. Dentre estas ocorrências, 392  envolviam vítimas menores de 14 anos, ou seja, 64,6% do número total.

Da redação do Acontece na Bahia

Foto: Polícia Civil

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.