Seis anos depois, polícia prende mulher que mandou tirar a vida do próprio filho em troca de noite amorosa

Uma notícia tem repercutido nas redes sociais nesta sexta-feira (22). Foi presa pela polícia de Alagoas nessa quarta-feira (20), Alexsandra Moura da Silva, acusada de mandar matar o próprio filho na cidade de Camaçari, Região Metropolitana de Salvador. O crime foi cometido pelo padrasto de Alexsandra, em 2015, e em contrapartida a mulher prometeu “uma noite de sexo”.

A prisão de Alexsandra aconteceu na cidade de Maribondo, em Alagoas, local onde ela foi encontrada. A polícia não divulgou informações sobre quando a acusada será trazida para a Bahia. “Só espero que ela venha pagar por todos os erros dela. A justiça de Jeová, de Deus, nunca falha!”, disse Terezinha Maia, avó da vítima Carlos Henrique Maia Moura dos Santos.


O crime aconteceu em janeiro de 2015. Alexsandra registrou um boletim de ocorrência relatando o desaparecimento do filho dois dias antes do corpo do menino aparecer boiando em um córrego no bairro da Bomba, em Camaçari. À polícia, Alexsandra se contradizia ao falar sobre o momento em que percebeu o desaparecimento do filho. O companheiro de Alexsandra apresentou um álibi e após ter sido detido provisoriamente foi liberado.

Em agosto de 2016 José Nilton Pereira da Silva, ex-companheiro da avó da criança, confessou ter matado a criança, confirmando também o envolvimento de Alexsandra no crime. A acusada chegou a fazer apelos em diversas emissoras de TVs baianas.

José Nilton confessou ter tirado a vida da criança por asfixia e jogado o corpo no rio a mando de Alexsandra. Em contrapartida iria receber “uma noite de sexo” de Alexsandra. José Nilton disse que o pagamento nunca ocorreu. José Nilton está preso e foi condenado a 28 anos de prisão.
Já Alexsandra, condenada a 32 anos de prisão, estava foragida desde 2017.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque, Regional.

Após discussão, Homem invade casa e mata menina de dois anos e avó; A garota faria aniversario no dia seguinte e já tinha festa marcada.

Um caso assustador circulou nas redes nesta manhã de quinta-feira (25). Isabela Guimarães Santos, de três anos, foi morta no último domingo (21) junto com sua avó em um crime bárbaro. A garota morreu apenas um dia antes do seu aniversário, quando foi baleada na cabeça por um desafeto da avó da menina.

A família já preparava uma festa simples na casa da família, na cidade de Salvador. Apenas pessoas próximas da família foram convidadas. No entanto, a menina de dois anos não teve a chance de comemorar seu terceiro aniversário.

O crime ocorreu em Camaçari, na Rua das Almas, bairro dos 46, na residência da avó, Edileuza Cipriano das Neves, de 46 anos, local onde a garota costumava a passar os finais de semana.

De acordo com o site BNews, Isabela e a avó, Edileuza, foram vítimas de um homem com quem a avó da menina teria tido uma discussão. No domingo, o homem invadiu a casa à procura de Edileuza. Assim, após uma discussão calorosa, o homem disparou contra a mulher e, por estar ao lado da avó, disparou também contra a garota. Ambas morreram na hora.

“A menina foi passar o final de semana com a avó que se envolveu em uma discussão, não sei se foi uma discussão apenas com ofensas verbais ou com agressões físicas. O rapaz se ofendeu, entrou na casa, sacou a arma e atirou primeiro na avó, como a menina estava do lado, ele também atirou”, conta um parente da menina.

Além disso, na casa onde ocorreu o crime, um vizinho de Edileuza também se encontra no local no momento do assassinato. Ele foi baleado, porém, foi socorrido por populares e é o único sobrevivente do bárbaro crime. Ele sofreu um ferimento na perna e recebeu atendimento em uma unidade de saúde da cidade.

Enlutados e abalados, os familiares de Isabela pretendem fazer um protesto nesta quinta-feira (25), às 11h, na BR-324, na altura do posto Caramuru afim de chamar a atenção das autoridades para o crime. Assim, os familiares da menina e da avó pedem justiça para o homem que ainda não foi preso.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Camaçari:mulher e criança de dois anos são mortas na madrugada logo depois de uma discussão com vizinho;

 Um crime tem chamado a atenção nas redes sociais e deixou a população de Camaçari, região metropolitana de Salvador, revoltada, na madrugada de domingo (21): Edileuza Cipriano das Neves, de 46 anos, e a criança Isabela Guimarães Santos de dois anos foram mortos a tiros e um homem que não teve identidade revelada foi atingido no pé. Equipe do 12º BPM da Polícia Militar esteve no local, mas mulher e criança estavam mortas. Mas não é só isso. 

O homem atingido no pé informou a polícia que houve uma discussão com um vizinho em momento anterior ao crime e confirmou à Polícia Civil que este vizinho seria o responsável pelos disparos contra as vítimas. Até o momento não se sabe quem é o homem atingido no pé e onde ele se encontra. 

O rapaz ferido teve o primeiro atendimento pelo SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e foi encaminhado até o Hospital Geral de Camaçari por policiais. 

Delegacia de Homicídios de Camaçari é a responsável pelas investigações e não foi confirmado se as vítimas eram parentes. 

 

Da redação do Acontece na Bahia 

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Regional, Social.

Camaçari: Determinação Judicial impede demissão de funcionários da Ford

Em cumprimento a determinação judicial  proferida na noite de  sexta-feira (5)  pela Justiça do Trabalho, fica proibido a demissão de funcionários da Ford. A empresa possui uma filial localizada em Camaçari, região metropolitana de Salvador. Segundo a liminar , as demissões não poderão ocorrer enquanto acordo  entre empresa e funcionários não se concretizar. 

A decisão garante por exemplo, que pagamentos  e licenças remuneradas não sejam suspensos. A empresa  pode recorrer da decisão. Mas não é só isso.

A Ford anunciou na segunda-feira (11/1) o encerramento  de sua produção de veículos  no Brasil, após mais de um século em atividade. Em operação seguirá apenas as vendas e assistência técnica no país, focando em produtos importados. 

Em vendas de carro a montadora do Brasil, em 2020, foi a quinta que mais se destacou. Ao todo possui 6.171 funcionários. 

 

Da redação do Acontece na Bahia   

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional, Regional, Social.