Instituto Butantan teme a paralisação nas produções das vacinas aqui no país até a próxima semana

Uma notícia está sendo destaque nesta sexta-feira (07). Dimas Covas, presidente do Butantã e o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), revelaram uma grande preocupação em relação as vacinas. Isso porque todo o volume de insumos recebidos da China serão totalmente utilizados até o próximo dia 14, dependendo totalmente do envio de novas remessas chinesas para continuar a fabricação.

A preocupação com a chegada desses insumos se deve a redução dos envios para o Brasil, e isso se deve a dois motivos: Declarações recentes de Bolsonaro, na qual estremeceu as relações diplomáticas entre Brasil e China; e a aprovação definitiva da CoronaVac, onde os chineses buscavam acelerar a vacinação interna, priorizando o uso interno de insumos para fabricar as vacinas.

Leia o comentário feito por Bolsonaro em relação a China:

“É um vírus novo, ninguém sabe se nasceu em laboratório ou por algum ser humano que ingeriu um animal inadequado. Mas está aí. Os militares sabem que é guerra química, bacteriológica e radiológica […]. Qual o país que mais cresceu seu PIB? Não vou dizer para vocês”, disse Bolsonaro.

João Doria e Dimas Covas, por sua vez, mostraram-se revoltados com a declaração do presidente.

“Nós dependemos da chegada dessa matéria-prima. E todas essas idas e vindas do governo federal, obviamente têm impacto no ritmo da liberação”, disse Dimas Covas. “Quero manifestar meu protesto contra essas sucessivas manifestações agressivas e absolutamente desnecessárias ao governo da China”, comentou Doria.

O Instituto Butantã entregaria até agosto mais 54 milhões de doses. Mas para isso dependem de novas remessas do IFA (Insumo Farmacêutico Ativo) da China, que deve ser enviado pela farmacêutica Sinovac com autorização do governo chinês.

Inicialmente, o Butantã previa o recebimento de 6 000 litros de IFA para o início da nova etapa de fabricação, porém, houve uma redução para 3000 litros, que não foram liberados ainda pela China.

 

 

Da Redação do  Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.