Ricardo Salles, Ministro do Meio Ambiente de Bolsonaro, é alvo de operação de busca e apreensão da Polícia Federal

Uma notícia chamou a atenção dos internautas e causou burburinho nas redes sociais nesta manhã de quarta-feira (19). O atual Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, é alvo de uma operação de busca e a apreensão da Polícia Federal que investiga funcionários públicos acusados de facilitar a exportação ilegal de madeira.

A decisão foi feita pelo ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes.

A operação teve início após denúncias de autoridades estrangeiras que noticiaram desvios de conduta de diversos servidores públicos brasileiros na fiscalização do processo de exportação de madeira.

No mês de abril destes anos, Salles foi denunciado pelo chefe da PF no Amazonas, Alexandre Saraiva, por atrapalhar uma investigação da operação Handroanthu que chegou a confiscar 43.700 toras de madeira ilegal.

Nesse contexto, a PF realiza uma operação de busca e apreensão com cerca de 160 policiais federais que agem concomitantemente no Distrito Federal e nos estados de São Paulo e Pará.

Além disso, o Ministro Alexandre de Morais decidiu pedir o afastamento preventivo de dez agentes públicos que estão sendo investigados por corrupção, advocacia administrativa, prevaricação e, especialmente, facilitação de contrabando.

Da redação Acontece na Bahia.

 

 

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.