Após 2 anos e 8 meses, é identificada enfermeira que trabalhava em Brumadinho

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais nesta quinta-feira (7). Os trabalhos realizados por equipes de resgate e suporte nas áreas atingidas pelo rompimento da barragem de Brumadinho não cessam. A Polícia Civil de Minas Gerais divulgou nessa quarta-feira (6) a identidade de mais uma vítima do acidente com a barragem.

O corpo resgatado é de Angelita Cristiane Freitas de Assis, que tinha 37 anos e era técnica de enfermagem do trabalho na Vale, na época do acidente. Conforme a perícia, o corpo de Angelita foi encontrado em agosto deste ano. Diminuiu para oito o número de desaparecidos na tragédia e apesar de terem se passado 2 anos e 8 meses do acidente, os trabalhos continuam na área atingida.

O Corpo de Bombeiros encontrou outro corpo nesse último sábado na área do acidente com a barragem, entretanto, a identificação ainda não foi realizada. A última vítima identificada foi Juliana Creizimar de Resende Silva, de 33 anos e analista operacional da empresa Vale. O corpo de Juliana foi identificado no dia 25 de agosto. Dennis Augusto da Silva, marido de Juliana e também funcionário da mesma empresa, também foi vítima e seu corpo foi encontrado em fevereiro de 2019. Dennis e Juliana deixaram dois filhos gêmeos, que tem 3 anos atualmente.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Após 2 anos e 8 meses, bombeiros encontram mais um corpo em Brumadinho

Uma notícia tem sido manchete nos principais meios de comunicação neste sábado (2). O Corpo de Bombeiros encontrou na manhã deste sábado mais um corpo na região atingida pelos dejetos da barragem da mina do Córrego do Feijão, em Brumadinho. A informação foi dada pelo major Ivan Neto, responsável pelas operações de resgate neste final de semana.

O acidente com a barragem da mina do Córrego do Feijão, da Vale, aconteceu no dia 25 de janeiro de 2019. Desde o acidente, 261 vítimas foram identificadas em 2 anos e oito meses de buscas, entretanto nove continuam desaparecidas.

O comandante da operação informou que o corpo encontrado está em bom estado de conservação. Segundo ele, somente a perícia da Polícia Civil vai poder determinar se trata-se de uma das vítimas desaparecidas da tragédia com a barragem. O corpo foi localizado por volta das 11h, próximo ao local onde os bombeiros encontraram o corpo de Juliana Creizimar de Resende Silva, encontrado no fim do mês de agosto.

O major Ivan disse que a equipe de resgate fica feliz em trazer um pouco de paz para as famílias que sofrem pelas pessoas que estão desaparecidas. “A nossa equipe ficou extremamente satisfeita. Para nós é uma honra poder fazer parte do encontro porque temos esperança de trazer alívio para uma família”, contou.

Da redação do Acontece na Bahia

Foto: Corpo de Bombeiros / Divulgação

Tag(s): , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

20 meses após estouro de barragem, Corpo é encontrado em Brumadinho

tragedia

Um corpo foi encontrado durante as buscas em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, nesta terça-feira (29), vinte meses após o rompimento da barragem de Córrego do Feijão, da Vale, que matou 270 pessoas. Onze delas nunca foram encontradas.

De acordo com o G1, um total de 59 militares e 128 máquinas participam da operação. O corpo foi encontrado em área batizada de Esperança II, a mais de 2 quilômetros de distância do local do rompimento.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a probabilidade para encontrar vítimas no local é grande.

Porém, ainda não há informações se o corpo é de uma das onze vítimas que continuam desaparecidas.

No início do mês, as equipes localizaram uma caminhonete que era procurada pelo Corpo de Bombeiros desde o primeiro dia de buscas pelas vítimas do rompimento da barragem de Córrego do Feijão, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

 

Tag(s): , , .

Categoria(s): Nacional.