Ao tentar apartar briga em lago, engenheiro civil é alvejado e acaba morto

Uma triste notícia chamou a atenção dos internautas nesta manhã de segunda-feira (5). O engenheiro civil Edlyn da Silva Mascarenhas Sales, de 34 anos, faleceu após tentar separar uma briga no Lago São Lourenço, no município de Juscimeira, localizado a 169 km da capital Cuiabá (MT). O caso ocorreu na tarde de sábado (3).

O homem era chamado de “Buda” pelos amigos e tentou apartar uma briga entre tripulantes de um barco e um jet sky. No meio da confusão, Edlyn foi atingido por três disparos que atingiram a cabeça e o tórax.

Ele chegou a ser socorrido e levado a base da Rota Oeste em Santa Elvira e encaminhado para o Hospital Regional de Rondonópolis, porém, não resistiu aos ferimentos e veio a falecer.

A polícia ainda investiga o autor dos disparos e o motivo da confusão.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque.

BBB21: Sarah fala sobre briga com Pocah antes de entrar no reality; “Não sabia quem era ela”

Uma notícia está sendo destaque nesta quinta-feira (01). Assim que Sarah e Pocah entraram na casa do BBB, os internautas descobriram que as duas já tinham se estranhado alguns anos antes, em Los Angeles. Muito se especulava sobre o motivo da briga. Ontem, durante a participação no programa A Eliminação, no canal do Multishow, Sarah Andrade então revelou qual foi o motivo da discussão.

Segundo Sarah, uma amiga pediu para que Pocah ficasse em sua casa em Los Angeles, mas como ela não conhecia a cantora, não se sentiu confortável. “Realmente, eu não sabia quem era a Pocah, eu morava há anos nos Estados Unidos. Quando me falaram da Pocah, eu não sabia quem era a Pocah, só que eu falei brincando. Eu morava há anos fora do país. E eu não morava no Rio de Janeiro, que é de onde ela era mais conhecida. Quando me mostraram as músicas é que eu reconheci”.

Dentro da casa, logo no início do programa, a Pocah já tinha dado a entender o porque ela e Sarah tinham se desentendido aqui fora.

“Olha isso, eu fui pra Los Angeles, só que eu fui passar umas horas lá, fui fazer uma conexão lá. Ela pegou e já chegou assim: ‘Ah, tua cunhada me ligou e falou se eu podia te hospedar na minha casa. Nem sabia quem era você. Nem sabia quem era Pocah’. Mas de uma forma, assim, cagando. Não é assim: ‘Não te conhecia, mas agora a gente se conhece’. Soou tipo assim… desdenhou de mim. No dia seguinte, ela pegou e falou assim: ‘Ah, eu achava que você era uma gostosona assim e tal’”, explicou Pocah.

No jogo, Sarah chegou a votar em Pocah para que ela fosse ao paredão. Na última terça-feira, Sarah se tornou a oitava eliminada do programa.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque.

Irmão mata a irmã durante briga por máquina de lavar e outros eletrodomésticos e por muito pouco não é linchado

Uma notícia chocante está sendo destaque nesta segunda-feira (29). Uma briga entre irmãos por causa, principalmente, de uma máquina de lavar, acabou na morte de Lúcia Oliveira de Sá, de 47 anos, pelo próprio irmão.

O crime aconteceu na manhã do último sábado, em Aparecida de Goiânia, no Jardim Luiz. A briga entre os irmãos aconteceu por conta de uma máquina de lavar, eletrodomésticos e roupas. Lúcia foi morta a facadas no tórax e abdômen e o corpo ainda apresentava lesões nas mãos e braços. O irmão ainda feriu uma outra irmã e na tentativa de fuga, por muito pouco não foi linchado.

O caso revoltou os familiares e moradores da região, que se juntaram ao redor da casa. O homem tentou fugir, mas foi agredido e quase linchado. Dentre as agressões que ele sofreu, estavam golpes na cabeça e pedradas pelo corpo. A PM chegou ao local e apartou a situação. Ele foi levado para o hospital, depois autuado em flagrante e encontra-se preso.

Segundo as informações do delegado do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) da cidade, a discussão entre os dois começou por um motivo fútil. Ao tentar se defender, Lúcia pegou uma faca para revidar os golpes do irmão, mas não conseguiu. Uma outra irmã tentou defender a mulher, mas já era tarde e terminou com um ferimento na mão.

O homem ainda foi ouvindo durante o flagrante, mas estava ferido e meio inconsciente, sem condições de dar um depoimento. “Ele não foi interrogado, ainda, porque não tinha condições. Ele foi agredido na cabeça. Levou pedrada, paulada. Foi ouvido no flagrante só. Terei que ouvi-lo ainda”, disse o delegado.

O corpo da mulher foi levado para o IML, mas ainda não se tem o laudo. A audiência de custódia, realizada nesta segunda, manteve a prisão do suspeito.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Irmão mata a irmã durante briga por máquina de lavar e outros eletrodomésticos e por muito pouco não é linchado

Uma notícia chocante está sendo destaque nesta segunda-feira (29). Uma briga entre irmãos por causa, principalmente, de uma máquina de lavar, acabou na morte de Lúcia Oliveira de Sá, de 47 anos, pelo próprio irmão.

O crime aconteceu na manhã do último sábado, em Aparecida de Goiânia, no Jardim Luiz. A briga entre os irmãos aconteceu por conta de uma máquina de lavar, eletrodomésticos e roupas. Lúcia foi morta a facadas no tórax e abdômen e o corpo ainda apresentava lesões nas mãos e braços. O irmão ainda feriu uma outra irmã e na tentativa de fuga, por muito pouco não foi linchado.

O caso revoltou os familiares e moradores da região, que se juntaram ao redor da casa. O homem tentou fugir, mas foi agredido e quase linchado. Dentre as agressões que ele sofreu, estavam golpes na cabeça e pedradas pelo corpo. A PM chegou ao local e apartou a situação. Ele foi levado para o hospital, depois autuado em flagrante e encontra-se preso.

Segundo as informações do delegado do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) da cidade, a discussão entre os dois começou por um motivo fútil. Ao tentar se defender, Lúcia pegou uma faca para revidar os golpes do irmão, mas não conseguiu. Uma outra irmã tentou defender a mulher, mas já era tarde e terminou com um ferimento na mão.

O homem ainda foi ouvindo durante o flagrante, mas estava ferido e meio inconsciente, sem condições de dar um depoimento. “Ele não foi interrogado, ainda, porque não tinha condições. Ele foi agredido na cabeça. Levou pedrada, paulada. Foi ouvido no flagrante só. Terei que ouvi-lo ainda”, disse o delegado.

O corpo da mulher foi levado para o IML, mas ainda não se tem o laudo. A audiência de custódia, realizada nesta segunda, manteve a prisão do suspeito.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.