Funkeiro MC Jotinha, de 17 anos, morre após se envolver em briga de bar em Caxias no RJ

 Uma discussão resultou na morte do funkeiro Jonathan Gomes de Araújo, de 17 anos e conhecido como ‘MC Jotinha’, que foi atingido por disparos de arma de fogo após se envolver em uma briga em um bar de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, Rio de Janeiro. O crime aconteceu na madrugada dessa terça-feira (16) e deixou em estado de choque a família do artista e a população local.

O pai do cantor, Jones Gomes, informou à Record TV Rio que Jonathan buscava apartar uma briga que se iniciou no bar que fica localizado no bairro Pilar. Diante dessa situação, um dos envolvidos na confusão ameaçou o artista com uma arma de fogo. MC Jotinha decidiu ir embora do local, porém foi alcançado por um homem e atingido por três tiros antes mesmo de sair do bar. De acordo com o pai Jonathan, o suspeito de ter cometido o crime conhecia o cantor e é envolvido no mundo do crime.

O sepultamento de MC Jotinha aconteceu nessa quarta-feira (17). O cantor conquistou fama desce cedo na Baixada Fluminense e se mudou para São Paulo com o objetivo de consolidar à carreira artística. Em razão da pandemia, o cantor suspendeu a agenda de shows e retornou para o Rio de Janeiro. Entretanto, estava com planos de voltar para São Paulo na próxima segunda-feira (22), para continuar com a agenda, segundo informações do pai do cantor.

A Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), investiga a morte do funkeiro. Prestaram depoimentos à polícia o pai e a namorada do funkeiro, além de outras testemunhas que podem ajudar a esclarecer o caso. O local onde ocorreu o crime não possui circuito interno de monitoramento e passou por perícia. A produtora Master Gold, responsável pela carreira do funkeiro, lamentou a morte precoce do artista e divulgou uma nota em que afirma que “a empresa encontra-se de luto, juntamente com a família do artista”.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , , .

Categoria(s): Artistas, Destaque.

publicidade