Jovem brasileira ganha bolsa de R$ 2 mi para estudar nos EUA e sonha em ser astronauta

Uma notícia está sendo bastante comentada pelos internautas nas redes sociais.Isso porque um jovem estudante, conseguiu conquistar um dos seus maiores sonhos da sua vida. Nicole Vieira Pires, de apenas 18 anos, conseguiu uma bolsa de estudo integral na Universidade Columbia, em Nova Iorque, nos Estados Unidos.E a vaga é justamente para área que ela tanto almejava, no curso de física e ciência da computação.

Mas não para por aí, pois depois de ter os seus estudos assegurados em outro país, a jovem Nicole foi uma das poucas selecionadas para fazer do programa “Science Research Fellow”, que é uma comunidade científica que possibilita o contato de jovens alunos com professores que conquistaram o Prêmio Nobel.

“O processo para ser aceito na universidade é um pouco mais complexo do que o realizado no Brasil. Você precisa mandar o currículo estudantil com as notas e fazer uma avaliação” contou a jovem.

“Além disso, eles avaliam o seu nível de inglês, as atividades extracurriculares que você fez ao longo do ano como a participação em olimpíadas estudantis, projetos de pesquisa, projetos voluntários e os documentos financeiros comprovando a necessidade da bolsa.” explicou.

Em entrevista para o portal UOL, Nicole explicou que se não tivesse conseguido a bolsa integral, ou seja, cem por cento dos seus estudos pagos pela Instituição, a família dela teria que tirar do seu próprio bolso cerca de US$ 90 mil por ano, um total de R$ 500 mil reais por ano, o que daria um total de R$ 2 milhões para quitar os quatros de graduação.

“Eu só estou indo devido à bolsa. Minha família não teria condições de arcar com os custos. Se eu não tivesse ganhado a bolsa integral não teria como eu estudar nos Estados Unidos”, acrescenta Nicole

“Eu vejo que o maior legado que eu posso deixar é explorar além do nosso planeta e eu sempre quis muito poder usar a ciência e a tecnologia em prol da humanidade, então é algo que eu pretendo conquistar. Além de querer também retribuir e trazer mais conhecimento e tecnologia para o nosso país”, afirmou .

“Minha família sempre me incentivou muito a estudar. Sempre ouvia dos meus pais que livros são libertadores e o conhecimento te liberta. Minha família é muito humilde, minha mãe cresceu na roça e as oportunidades foram surgindo porque eles sempre batalharam muito. Quando eu mudei de escola tive contato com professores excepcionais que me apresentaram um universo muito além do da escola” acrescentou.

A estudante ainda aconselha os jovens que possuem o mesmo sonho que ela: “Se você sonha em estudar fora não hesite em ir além da média e estudar bastante para atingir esse objetivo. Sempre esteja um passo à frente porque isso nunca vai te trazer prejuízo, só conhecimento.”

Leia também o portal do nosso editor www.romulofontoura.com.br

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.