Polícia do Rio de Janeiro afirma que o três meninos desaparecidos em Belford Roxo podem estar mortos

Uma notícia está sendo destaque nesta quinta-feira (19). Isso porque pela primeira vez, a polícia afirma que os três meninos desaparecidos desde dezembro do ano passado em Belford Roxo estão mortos. A declaração foi feita pelo delegado titular da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense, Uriel Alcântara.

A investigação se estendeu durante todo esse tempo e segundo a polícia, é uma investigação complicada porque além de faltar testemunhas, a área onde aconteceu o crime é de difícil acesso.

Os meninos teriam sido mortos por vingança e a principal suspeita é de que foi motivado peolo roubo de uma gaiola de passarinho de um parente de um dos traficantes.

Depois de muita pressão dos familiares, operações foram realizadas e chegaram a encontrar uma ossada, mas era de um animal.

As vítimas são o Lucas Matheus, de 9 anos, Alexandre Silva, de 11, e Fernando Henrique, de 12. Os três tinham saído de casa para brincar e não voltaram mais.

 

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque.

Ossada encontrada pela polícia pode ser de meninos desaparecidos em Belford Roxo

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais neste sábado (31). Após uma busca realizada pela polícia nessa sexta-feira (30), foram encontrados ossos que podem pertencer aos meninos desaparecidos em Belford Roxo, na Baixada Fluminense. Com a descoberta dos ossos, uma perícia será feita no local para que se descubra se são dos garotos desaparecidos em dezembro do ano passado.

O local especificado foi vasculhado pelos Agentes da DHBF (Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense) e do Corpo de Bombeiros, que buscavam pistas que pudessem esclarecer o desaparecimento de Lucas Matheus, de 9 anos, Alexandre Silva, de 11, e Fernando Henrique, 12.

A região foi alvo de buscas pela polícia após um homem denunciar o irmão de ser o responsável pelo desaparecimento dos garotos. De acordo com o homem, os meninos teriam sido mortos por determinação de um traficante da comunidade Castelar, por supostamente terem furtado uma gaiola de pássaros.

O denunciante ainda contou a polícia que seu irmão teria sido levado por traficantes coincidentemente no dia do desaparecimento dos garotos, em 27 de dezembro do ano passado. O suspeito disse que havia recebido ordens para despejar três sacos em um rio de Belford Roxo, porém não sabia o que continha no interior deles.

Da redação do Acontece na Bahia

Foto:REPRODUÇÃO/RECORD TV RIO

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Suspeito no caso dos três meninos desaparecidos confirma ter jogado sacos embaixo de ponte, mas nega participação

Uma notícia tem repercutido nas redes sociais nesta sexta-feira (30). O homem suspeito de ter participado do desaparecimento dos três meninos de Belford Roxo, no Rio de Janeiro, confessou ter jogado sacos que foram entregues por traficantes embaixo de uma ponte. Apesar desta confissão, o homem nega ter tido participação direta no crime.

A prisão do homem suspeito de envolvimento no caso foi pedida pelo delegado Uriel Alcântara, da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), porém a justiça indeferiu o pedido e ele continua em liberdade.

Foram realizadas buscas pela Polícia Civil nessa quarta-feira (28), com o objetivo de encontrar algum indício que pudesse levar ao paradeiro de  Lucas Matheus da Silva, 8, Alexandre da Silva, 10, e Fernando Henrique Ribeiro Soares, 11, que estão desaparecidos desde o dia 27 de dezembro. 

De acordo com informações, nessa quarta-feira (28) um homem se apresentou na 39º BPM e apontou o irmão de ser o responsável pela morte das crianças. Segundo ele os meninos teriam sido espancados em um condomínio da comunidade do Castelar, e os corpos teriam sido levados para o bairro do Amapá e deixados em um local que é chamado Ponte de Ferro 38.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.