Cândido Sales: Oficial da PM suspeito da morte da namorada é preso pela Polícia Civil de MG

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais nesta sexta-feira (16). O tenente da Polícia Militar da Bahia, Amauri Araújo, investigado pela morte de sua namorada no dia 23 de março, foi preso na última quinta-feira (15) em cumprimento ao mandado emitido pela Justiça.

Ana Luiza Dompsim, 25 anos, foi encontrada morta em sua casa no município de Divisa Alegre que fica entre os estados de Minas Gerais e Bahia, com um disparo de arma de fogo na nuca. Anteriormente havia a suspeita de suicídio mas posteriormente a Polícia Civil começou a analisar a possibilidade de feminicídio e adotou esta linha de investigação.

O oficial da PM foi preso pela Polícia Civil de Minas Gerais em parceria com a PM da Bahia e está sob custódia no Batalhão de Choque da Polícia Militar, em Salvador. Mas não é só isso…

O crime nunca foi visto como suicídio pela família. Principalmente a irmã da dentista, Andréa Dompsin, sempre suspeitou do oficial e descartava a hipótese de suicídio. “O assassino está preso, mas alega que foi suicídio. O laudo do IML [Instituto Médico Legal] não constatou vestígios de pólvora nas mãos dela e ninguém consegue se matar com tiro na própria nuca! Lutamos para que o assassino continue preso e que se faça Justiça”. Andréa Dompsin descreveu a irmã como “uma moça doce, alegre, dentista apaixonada pela profissão, cheia de vida e com um futuro brilhante pela frente”.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , .

Categoria(s): Destaque, Regional.

Quatro sargentos da PM morrem vítimas de covid-19 no intervalo de pouco mais de 1 dia e comovem a região

Uma notícia tem repercutido nas redes sociais nesta terça-feira (16). Em pouco mais de 24h, quatro sargentos da Polícia Militar do Distrito Federal, (PMDF), morreram vítimas da covid-19. Assim como em outras áreas, a Polícia Militar tem estado na linha de frente de combate à pandemia e com isso muitos profissionais que estão na ativa tem contraído o vírus. Segundo informações, três sargentos morreram na segunda-feira (15) e outro sargento faleceu no domingo (14). 

Depois de ter passado quase trinta dias internado no Hospital Santa Lúcia Norte, o terceiro-sargento Márcio Clementino de Carvalho, do 4º Batalhão do Guará, não resistiu e faleceu no último fim de semana. Já o segundo-sargento reformado Otacílio José de Oliveira, também foi vítima da covid-19 na segunda-feira (15) junto com José Enes da Silva Santos, sargento da reserva remunerada, que também veio a óbito no mesmo dia. 

O sargento Franklin Rodrigues Evangelista, na foto, atuava no Batalhão Ambiental e estava internado desde a última sexta-feira (12), no Hospital Maria Auxiliadora, e também não resistiu. 

“Será lembrado pelo belo legado e trajetória de competência. Aos familiares e amigos transmitimos as nossas mais sinceras condolências pela partida do nobre policial militar”, lamentou a PM, em nota. 

Dentre o total de policiais infectados, 1.589 já estão recuperados, outros 89 permanecem afastados e 16 morreram. Segundo informações oficiais, desde o início da pandemia, os policiais da ativa que foram infectados somam 1.675 casos confirmados.  

Da redação do Acontece na Bahia 

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.