Salvador: Dona de bar é surpreendida e morta à tiros no bairro Pau da Lima

Uma notícia está sendo destaque nesta quarta-feira (07).

Um crime aconteceu ontem no bairro Pau da Lima, localidade da Portelinha, em Salvador, e deixou os moradores da região assustados e com medo. A dona de um bar, de 48 anos, foi surpreendida e morta a tiros na Rua Recanto das Mangueiras, depois de atender os suspeitos.

As informações obtidas através da reportagem da RecordTV Itapoan, revelam que a mulher se chama Kátia Silene da Silva, conhecida como “Dona Kinha”. Segundo os relatos dos populares, os suspeitos chegaram ao bar armados e a chamaram pelo apelido. Ao atender os homens, Kátia Silene foi surpreendida com diversos tiros à queima roupa e faleceu.

Ainda não se sabe a motivação do assassinato, nem qualquer envolvimento da mulher com homens suspeitos. Agora, o crime é investigado pela 2ª Delegacia de Homícidios Central.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Dono de bar vende veneno no lugar de bebida e acaba matando genro e amigo

Uma história inusitada e lamentável tomou as redes nesta terça-feira (1). O dono de um bar serviu bebida para dois homens, sendo um deles o seu genro. Contudo, na verdade o líquido vendido se tratava de veneno e não bebida, ocasionando a morte dos dois. Mas como isso foi acontecer?

O episódio aconteceu na cidade de Granja, que fica no interior do estado do Ceará. Tudo começou no último domingo, quando dois amigos agricultores, Rismar Rodrigues De Sousa, de 35 anos, e Cleison Santos Oliveira, de 28,  foram até o bar do senhor, de 75 anos, para beber. Então, lá eles foram servidos pelo idoso, que é sogro de um deles. Entretanto, o senhor colocou copos com veneno ao invés de encher os copos com cachaça.

Depois disso, pessoas encontraram os dois agricultores já sem vida dentro de uma residência. As circunstâncias chamaram a atenção das autoridades, que descobriram o que havia acontecido. Diante disso, o idoso acabou detido para depor na delegacia e está sendo autuado por homicídio culposo, quando não há a intenção de matar. Mas não é só isso.

De acordo com o depoimento do próprio comerciante, ele se confundiu pois guardaria veneno para insetos numa garrafa de bebidas. Além disso, o idoso pagou fiança e responderá em liberdade. Agora, a polícia investiga o caso para apurar os fatos e entender o que realmente aconteceu.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , .

Categoria(s): Nacional.