Após perder a filha por complicações da Covid-19, Avó terá que cuidar das três netas: ‘Não vou me afastar delas nunca’

Um relato emocionante tem sido destaque ainda neste sábado (15). Isso, porque uma avó passou a cuidar de três netas após perder a filha para a Covid-19.

A baiana Lucinalva dos Santos cuida de três netas após perder a filhar por complicações da Covid-19 depois do parto da terceira filha. “Não vou me afastar delas nunca”, disse Lucinalva dos Santos.

Segundo Lucinalva, a filha dela estava tossindo muito e já havia informado a situação à médica. A médica, no entanto, informou que ela teria alta, mas se fosse necessário retornaria ao hospital.

“Voltou na quarta-feira, na quinta, na sexta, no sábado e foi internada. No domingo, entubaram ela. Aí infelizmente a gente já não teve mais contato. Já não pude mais falar com minha filha e ela entrou em coma irreversível”, relatou Lucinalva emocionada.

A filha de Lucinalva morava em São Paulo com o marido e as duas filhas. De acordo com a mãe dela, ela estava feliz com a chegada da terceira filha. Após a morte dela, o pai das crianças não tinha como trabalhar e cuidar delas três.

Com isso, a avó materna ficou com as meninas. Lucinalva relatou que precisou sair do trabalho que conseguiu há cerca de um ano para cuidar das netas.

“Espero que uma porta de emprego se abra para meu marido para que ele possa manter a casa e eu tomar conta das crianças”, comentou.

Leia também o portal do nosso editor www.romulofontoura.com.br

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Após neta ser encontrada sem vida, avó afirma que a “ficha não caiu”; Pastor é acusado do crime

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais nesta sexta-feira (14).Luzia Aguiar, 63 anos, que é avó materna de Aguida Fernandes Freitas,14 anos, desabafa sobre o desaparecimento da neta que aconteceu em Pariquera-Açu, interior de São Paulo.”A dor é imensa e a revolta também. Foi tirado de nós nosso pedaço mais precioso. Era uma menina ainda com alma de criança, brincalhona, alegre e meiga. A ficha não caiu”. De acordo com a polícia, um pastor é acusado de ter matado a adolescente e as investigações são no sentido de localizar o suspeito que não teve a sua identidade revelada.

O desaparecimento de Aguida foi na terça-feira (11), por volta de 19h30,em frente a casa da família que fica na rua Augusto Gauglitz. A jovem havia pego o celular da irmã, porém depois do desaparecimento o pai tentou ligar para a filha, mas a ligação terminava na caixa postal. No dia seguinte o pai de Aguida registrou o seu desaparecimento na delegacia, depois de tê-la procurado por vários bairros pela localidade. Houve a informação de uma amiga da adolescente que havia um rapaz próximo de Aguida no momento em que estava nas proximidades de sua casa. Mas não é só isso…

O corpo da adolescente foi encontrado em um terreno nessa quarta-feira (12) ao lado da casa que havia sido indicada anteriormente a qual se encontrava vazia. Aguida tinha hematomas na região do pescoço e lesão na boca. As investigações apontaram que o homem que foi descrito palas testemunhas é um pastor que tinha a intenção de se mudar com sua família para a residência citada. De acordo com o delegado Fábio Maia, responsável pelas investigações, o acusado abandonou a sua família e desapareceu após o corpo da jovem ser encontrado.

A avó de Aguida afirmou em entrevista que ainda não conseguiu entender o que aconteceu com a neta.”É muito difícil tudo isso. O sentimento de toda a família é de querer justiça, porque isso não pode ficar impune, ela era uma criança. É horrível isso, a gente vê acontecer com tantas meninas e nunca imagina que vai acontecer na nossa família”, desabafa.

De acordo com Luzia a neta era muito responsável e disse que ficou desesperada com o seu desaparecimento. “Mesmo preocupada, ainda não imaginava que isso iria acontecer. Quando liguei para ter notícias, meu neto falou que já tinham encontrado o corpo dela. Foi a notícia mais devastadora que já recebi. A mãe dela está arrasada, não conseguiu nem ver o enterro”, contou a avó.

O corpo de Aguida foi enterrado na tarde dessa quinta-feira (13) sob forte comoção. Muitas pessoas lamentaram a morte da adolescente por meio das redes sociais. A Diretoria de Ensino de Registro lamentou a morte da adolescente.”Pedimos a Deus que conforte os corações de familiares e amigos neste momento de dor e tristeza”, disse o órgão.

“A minha neta tinha sonhos pela frente, e quem fez isso não pensou em nada disso. A saudade que fica é muito grande e dolorida. Eu acredito muito em Deus, e sei que a justiça será feita. O cara que fez isso destruiu duas famílias, a nossa e a dele, também. Porque imagino como também deve estar a esposa dele, e peço a Deus também por ela e seus filhos”, concluiu a avó.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , , .

Categoria(s): Nacional.

Policiais encontram avó e neta mortas dentro de casa; Tio da criança é o principal suspeito do crime

Um crime bárbaro impactou a sociedade nesta terça-feira (27), posto que uma idosa e a sua neta foram mortas por golpes de faca em São Paulo.

Segundo informações passadas pela Polícia Militar ao portal R7, a idosa Zita Maria da Silva Neves, de 68 anos, e a sua neta Gabriela da Silva Neves, de 11 anos, foram mortas a facadas  nesta terça-feira (27), tendo como principal suspeito do crime o tio da criança, de 34 anos.

Ainda conforme a PM, a corporação foi acionada e ao chegar no local encontraram o suspeito em frente ao portão da casa. Em um primeiro momento, o homem afirmou que a mãe havia esfaqueado a neta dela e se matado na sequência. Porém, após os agentes olharem a cena do crime e terem uma nova conversa com o rapaz, ele confessou o crime. A PM informou que o suspeito contou das muitas brigas que tinha com a mãe, o que lhe deixou bastante nervoso, decidindo, então, matá-la. Na sequência, ele teria esfaqueado a sobrinha enquanto ela dormia. Logo depois, colocou a faca nas mãos da mãe dele.

Ainda de acordo com a PM, o homem foi preso em flagrante e levado para o 101º Distrito Policial, no Jardim das Imbuias, onde o caso foi registrado como homicídio qualificado. Os corpos da avó e da neta estão no IML (Instituto Médico Legal) e vão passar por exames necroscópicos.

Em depoimento, a irmã do acusado contou que o rapaz foi diagnosticado com esquizofrenia desde os 13 anos e realiza tratamento. Conforme o boletim de ocorrência, o homem aparentava estar em confusão mental durante o interrogatório, pois as falas mão possuíam uma linha de raciocínio.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Em texto emocionante, ex-presidente dos EUA, Barack Obama, lamenta morte de avó queniana: “Sentiremos muito a falta dela”

O ex-presidente dos Estados Unidos da America, Barack Obama, publicou em suas redes sociais uma bela homenagem à sua avó de criação, Sarah Obama. A senhora de 99 anos faleceu em um hospital de Kisumu, no oeste do Quênia nesta segunda-feira (29).

Em publicação no Facebook, o ex-presidente abriu o coração e desabafou sobre a vida daquela mulher que adotou e criou seu pai e que, apesar de não ter laços sanguíneos, sempre foi considerada sua avó paterna.

Leia a tocante mensagem na íntegra onde Obama fala sobre a história da sua avó e como seu trabalho árduo possibilitou com que seu pai, Barack Obama I, pudesse estudar e se destacar no Quênia e estudar em uma universidade norte-americana.

“Minha família e eu estamos de luto pela perda de nossa amada avó, Sarah Ogwel Onyango Obama, carinhosamente conhecida por muitos como “Mama Sarah”, mas conhecida por nós como “Dani” ou Vovó. Nascida no primeiro quarto do século passado, na província de Nyanza, às margens do Lago Vitória, ela não teve educação formal e, conforme os costumes de sua tribo, foi casada com um homem muito mais velho quando era apenas uma adolescente. Ela passaria o resto de sua vida no minúsculo vilarejo de Alego, em uma pequena casa construída com tijolos de barro e palha e sem eletricidade ou encanamento interno. Lá, ela criou oito filhos, cuidou de suas cabras e galinhas, cultivou uma variedade de produtos agrícolas e levou o que a família não usava para vender no mercado local ao ar livre.

 Embora não fosse sua mãe biológica, vovó criaria meu pai como se fosse seu, e foi em parte graças ao seu amor e incentivo que ele foi capaz de desafiar as adversidades e se sair bem na escola para conseguir uma bolsa de estudos para cursar uma universidade americana. Quando nossa família enfrentava dificuldades, sua casa era um refúgio para seus filhos e netos, e sua presença era uma força constante e estabilizadora. Quando viajei pela primeira vez ao Quênia para aprender mais sobre minha herança e meu pai, que já havia falecido, foi a vovó quem serviu de ponte para o passado, e foram suas histórias que ajudaram a preencher um vazio em meu coração.

Durante o curso de sua vida, a avó testemunhou mudanças históricas ocorrendo ao redor do globo: guerra mundial, movimentos de libertação, pousos na lua e o advento da era do computador. Ela viveria para voar em jatos, receber visitantes de todo o mundo e ver um de seus netos ser eleito para a presidência dos Estados Unidos. E, no entanto, seu espírito essencial – forte, orgulhoso, trabalhador, não impressionado com as marcas convencionais de status e cheio de bom senso e bom humor – nunca mudou.

Sentiremos muito a falta dela, mas celebraremos com gratidão sua longa e notável vida” – Texto traduzido com ajuda do Google tradutor.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.