Morre Roseli Machado, campeã da corrida São Silvestre e ex-atleta olímpica após perder a luta contra a covid-19

Um caso tocou o povo nesta quinta-feira (8). Isso porque uma grande atleta nos deixou após lutar pela vida.

A atleta Roseli Machado, que competiu nas olimpíadas e foi campeã na famosa Corrida São Silvestre nos deixou. Aos 52 anos, a ex-corredora lutou por 2 semanas, hospitalizada em decorrência da covid-19. No auge da carreira, em 1996, além de ser campeã na corrida São Silvestre, ela correu na prova dos 5.000m nas Olimpíadas de Atlanta. Wlamir Motta Campos, presidente do Conselho de Administração da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) desabafou sobre a perda:

“A Roseli teve uma história no atletismo brasileiro, venceu a São Silvestre, integrou a seleção brasileira, treinou nos Estados Unidos. Nós tínhamos uma grande amizade, fomos atletas pelo mesmo clube, treinamos juntos quando eu era juvenil, defendemos Londrina no começo das nossas carreiras. Estou muito sentido.” Mas não é só isso.

Roseli começou a correr aos 14 anos e seguiu competindo até os 29. Ela ainda poderia competir por mais uns anos, mas teve um problema numa cirurgia e acabou interrompendo sua carreira antes dos 30.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Nacional.

Atleta campeão de fisiculturismo morre em decorrência da Covid-19 em Goiás

Uma notícia está sendo destaque nesta sexta-feira (02). O atleta campeão de fisiculturismo, Djalma Batista, morreu ontem por decorrência da Covid-19, em Anápolis, Goiás. Ele estava internado há uma semana em um hospital da cidade.

“É com muita tristeza que hoje perdemos não só um grande atleta, mas um amigo, um grande guerreiro que fez história e cumpriu seu legado com excelência nessa terra. Descanse em paz querido Djalma”, escreveu a Federação Goiana de Musculação Fitness e Fisiculturismo.

De acordo com a federação, o fisiculturista era tetracampeão goiano, vice-campeão brasileiro e bicampeão da Copa Brasil Body Classic. Era Formado em educação física na Universidade Estadual de Goiás, e tinha pós-graduação em fisiologia do exercício e nutrição esportiva.

“Djalma amava e tinha muito orgulho desse esporte”, escreveu a esposa Loyse. “Queria que o filho seguisse no mesmo caminho, e eu apresentarei esse esporte pra ele.. com certeza ele está muito feliz com a homenagem lá de onde ele está.. obrigada pelo carinho com o meu Djalma.”

Djalma deixa a esposa e um filho de cinco meses.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque.

Atleta feminina da seleção de surf morre durante treino após ser atingida por raio na praia

Um caso difícil tomou as manchetes neste sábado (20). Uma jovem atleta perdeu a vida durante o treino, mas por um fator que estava completamente fora de seu controle.

Aos 22 anos, a surfista Katherine Diaz era uma das melhores da sua categoria. Atleta da seleção de surf de El Salvador, ela estava treinando numa praia quando acabou se acidentando. Contudo, o episódio não foi provocado por grandes ondas e nem por tubarões, como muitas pessoas temem.

Enquanto treinava, Katherine acabou atingida por um raio na praia. Em nota, a Federação de Surf de El Salvador confirmou o ocorrido e lamentou o que aconteceu: Nos deixou um grande atleta que representou nosso país. Até logo, grande guerreira. El Salvador está de luto. A jovem também era filha do presidente da federação de surf do país. Além disso, a atleta se preparava para uma disputa de pontos que culminaria numa seletiva para as próximas Olimpíadas.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , .

Categoria(s): Internacional.

Jovem atleta de “slackline” morre enquanto praticava o esporte com os amigos

Nessa segunda-feira (30) a história de um jovem causou comoção. Aos 21 anos, o rapaz perdeu a vida enquanto praticava o esporte que amava. Mas afinal, o que aconteceu?

O jovem Jonas Pereira da Silva estava com três amigos praticando uma modalidade conhecida como slackline, num vale em Sobradinho, próximo de Brasília. Esse esporte consiste em se equilibrar e fazer movimentos enquanto anda sobre uma fita larga e flexível, geralmente feita de nylon.

Essa fita tem as duas extremidades amarradas em locais firmes, como duas árvores, e é esticada para que os atletas possam se equilibrar nelas.Geralmente os iniciantes prendem essas fitas em árvores ou pilares, procurando sempre um local que tenha areia macia, para evitar machucados em caso de queda. Contudo, Jonas e seus amigos estavam num vale próximo a um desfiladeiro quando tudo aconteceu.

Então, Jonas acabou se desequilibrando e caindo de uma altura de cerca de 50 metros, o que equivale a um prédio de 12 andares. A polícia e os bombeiros foram acionados para atender a ocorrência. Eles montaram uma força-tarefa envolvendo helicóptero e drones para localizar o rapaz. Todavia, quando o encontraram, ele já estava sem vida. Jonas caiu numa área de difícil acesso e teve que ser içado. Além disso, segundo os bombeiros ele não usava o dispositivo de segurança, que prende o atleta à corda. As autoridades investigam o que provocou a queda.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , .

Categoria(s): Nacional.