ConecteSUS e página do Ministério da Saúde viram alvo de ataque hacker durante a madrugada

Na madrugada desta sexta-feira (10), um ataque hacker teve como alvo o aplicativo ConecteSUS e a página do Ministério da Saúde. Após o ataque, o usuário não consegue emitir, por exemplo, o comprovante de imunização contra a Covid-19, que é disponibilizado por meio do aplicativo.

Os invasores escreveram a seguinte mensagem na página do Ministério da Saúde: “Os dados internos dos sistemas foram copiados e excluídos. 50 TB de dados estão em nossas mãos. Nos contate caso queiram o retorno dos dados.”

Com base na mensagem deixada no site durante a madrugada, o Lapsus$ Group assumiu a autoria do ataque hacker. De acordo com os próprios criminosos, a invasão foi definida como “ransomware”, quando o conteúdo é “sequestrado” e é cobrado um valor, em dinheiro ou bitcoin (moeda virtual), para a devolução do material captado.

O site do Ministério voltou a ser acessado às 7h, porém, os dados de vacinação no ConecteSUS continuam inacessíveis. Relatos confirmam que muitos usuários não estão conseguindo acessar o aplicativo.

O Ministério da Saúde ainda não se posicionou sobre o ataque, até o fechamento desta matéria. As autoridades foram alertadas e estão investigando o caso.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Após ataque cibernético e divulgação de dados de funcionários, Rede Bahia diz estar tomando providências

Uma notícia tem sido muito compartilhada entre os internautas nesta semana, Isso porque a Rede Bahia sofreu ataque hacker, que fez com que vários setores da empresa de comunicação deixassem de funcionar, principalmente o jornal Correio. As informações foram divulgadas através de funcionários. Com tamanha repercussão, a emissora declarou que o ataque cibernético realmente aconteceu, mas que “já adotou todas as medidas técnicas e de segurança utilizadas para a proteção de dados, inclusive realizou a contratação de empresas especializadas com objetivo de mitigar os riscos desse incidente de segurança”. declarou a emissora.

 

Além disso, o documento emitido pela empresa de comunicação, informou que vários dados pessoais de alguns funcionários e ex-funcionários foram divulgados, e declarou que”estamos investigando o ocorrido, apurando as devidas responsabilidades e já acionamos as autoridades competentes”. Quem assina a nota é Paulo Cesena, diretor-presidente da Rede Bahia.

Leia também o portal do nosso editor www.romulofontoura.com.br

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.