Funcionária e sua irmã se envolvem com facção criminosa para provocar o sequestro e a morte do chefe

Uma notícia assustadora circulou nas redes nesta manhã de sábado (23). Uma funcionária e sua irmã se envolveram com uma facção criminosa para matar o próprio chefe, de 65 anos. O comerciante José Gomes de Brito foi vítima de homicídio após Sara Cristian Gomes da Silva, 29, e sua irmã Sâmia Oliveira Nascimento planejarem seu assassinato.

Tudo começou quando Sara, que trabalhava no depósito do empresário, furtou e descobriu a senha de um dos cartões de seu patrão. Assim, a mulher fez diversas compras onlines e saques com o cartão do empresário. Mais de 64 mil reais foram furtados com o uso do cartão.

Ao ser descoberta, Sara armou com sua irmã, Sâmia, uma forma de matar o empresário. Assim, elas se juntaram a facção Guardiões do Estado (GDE) e mentiram sobre José Gomes fazer parte do Comando Vermelho (CV).

Dessa forma, os faccionados sequestraram a vítima no bairro Caça e Pesca, na cidade de Maracanaú, no Ceará, e levaram-no amarrado para o local onde ocorreu o homicídio. O homem foi executado no dia 18 de janeiro.

De acordo com a justiça, as mulheres passaram o endereço e mostraram fotografias da vítima para os membros de GDE. Além disso, os faccionados roubaram do homem uma quantia no valor de 60 mil reais.

A prisão preventiva das irmãs foi decretada pela polícia Civil. “Essa história de que a vítima ocupava uma facção não existe. É uma história totalmente inverídica para provocar a morte da vítima pela facção”, afirmou a delegada do caso.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Filha da pastora Flordelis confessa que pagou pela morte do Padrasto e que jogou os celulares no mar para se livrar das provas

Uma notícia circulou nas redes e chamou a atenção dos internautas. Nesta sexta-feira (22), Simone dos Santos Rodrigues, filha biológica da deputada federal e pastora Flordelis dos Santos (PSD), confessou, através de um depoimento, que jogou os celulares da mãe, do irmão Flávio dos Santos e do pastor Anderson do Carmo no mar.

A polícia investiga Simone pelo possível envolvimento na morte do padrasto, o pastor Anderson, que morreu em 2019, quando foi alvejado por diversos tiros na frente de casa.

Além disso, a mulher contou onde os aparelhos foram arremessados. Segundo ela, os aparelhos foram jogados na Praia de Piratininga, na Região Oceânica de Niterói.

Ainda segundo o depoimento, ela admitiu que pagou uma quantia de 5 mil reais a sua irmã, Marzy Teixeira, para que matasse Anderson. Ela afirma que não soube o que fizeram posteriormente com o dinheiro.

As motivações do crime, segundo Simone, seria os constantes assédios sexuais praticados pelo homem.

A mulher contou também que pegou o telefone do irmão, Flávio, pouco antes da prisão, durante o enterro do pastor. Os aparelhos foram arremessados no mar na tentativa de eliminar pistas que guiar os investigadores até a família.

“Eu disse: Marzy me ajuda, estou passando por maus momentos. Eu não tinha um plano, estava desesperada. Depois que fiquei doente, ele ia no meu quarto. Sei que ela ia dar o dinheiro pro Lucas, mas depois que dei o dinheiro não sei o que houve”, confessou.

No entanto, contrariando algumas suspeitas, a moça negou que havia se envolvido amorosamente com o homem antes que ele se casasse com sua mãe. Além disso, ela também afirmou que Flordelis era apaixonada pelo marido.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Empresário é preso acusado de matar morador de rua com tiro na cabeça

Um triste caso tomou as manchetes nesta manhã de quarta-feira (20). O empresário Rafik Samir Feguri, de 42 anos, foi detido na segunda-feira (18) suspeito de matar um morador de rua em Cuiabá. O caso ocorreu na última sexta-feira (15).

O crime ocorreu em um terreno baldio na Rua Tereza Lobo, no bairro Consil. Além disso, a Polícia Civil ainda investiga o crime para descobrir a motivação do assassinato.

A vítima foi identificada como Cilce Pereira da Silva, de 63 anos. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Cuiabá encontrou o senhor inconsciente e baleado com um tiro na cabeça. Ele foi encaminhado para o Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), porém, não resistiu aos ferimentos.

Testemunhas indicaram Rafik como autor dos disparos. Segundo eles, ele havia fugido do local após cometer o crime. Assim, após a denúncia, a PM foi até o comercio do homem onde o encontraram.

Após buscas na casa do homem, os policiais encontraram uma pistola carregada. A perícia confirmará se foi essa arma que foi utilizada para matar o morador de rua.

Câmeras de segurança do suspeito mostram o exato momento que o homem faz disparos na região. No entanto, o homem alegou que ele fez os disparos em direção ao matagal, uma vez que a câmera não consegue mostrar o morador de rua nas gravações.

Ele foi liberado após interrogatório, já que não estava em situação de flagrante. A arma foi detida pela polícia, apesar de ser regularizada, pois está vinculada ao crime.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Pai antivacina mata próprio filho após discussão sobre vacina contra Covid-19: “O pai castigou a mãe com o mais horrível ato de violência”

Uma triste notícia circulou nas redes na manhã desta quarta-feira (20). Um garoto de 9 anos foi morto pelo próprio pai após uma discussão sobre a vacina contra Covid-19. O fato ocorreu na cidade de São Francisco, no estado americano da Califórnia.

De acordo com o site Ricmais, Stephen O’Loughlin, 49 anos, assassinou o próprio filho Pierce O’Loughlin, 9 anos, e depois cometeu suicídio.

Ainda de acordo com o site, a causa do brutal crime seria uma batalha judicial pela custódia do menino com a mãe do garoto, Lesley Hu.

A mulher teria usado o argumento que o homem era antivacinas para conseguir a guarda exclusiva do garoto. Segundo a advogada da mãe, Lorie Nachils, Stephen “estava mentalmente perturbado” e acreditava veementemente que o governo implantaria chips nas pessoas através do imunizante.

De acordo com as informações da perícia, o homem tirou a vida do garoto e depois se matou. O caso teria ocorrido um dia depois do homem concordar em vacinar o garoto.

“O pai castigou a mãe com o mais horrível ato de violência, assassinando o filho dela. Ela vai sofrer para o resto da vida com este peso, como ele queria”, lamentou a advogada em declaração à imprensa.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Adolescente acusada de matar Isabele, de 14 anos, é condenada a 3 anos de reclusão em regime socioeducativo

Uma notícia circulou nas redes nesta manhã de quarta-feira (20). A garota que atirou e matou Isabele Ramos Guimarães, de 14 anos, foi presa na última terça-feira (19) pela justiça. Assim, ela foi condenada a pena máxima de 3 anos de reclusão em regime socioeducativo. A medida pode ser revisada e atualizada a cada seis meses pela justiça.

A decisão veio da juíza Cristiane Padim da 2ª Vara Especializada da Infância e Juventude de Cuiabá. A jovem foi condenada por ato infracional análogo ao crime de homicídio doloso, quando há intuito de matar.

O caso ocorreu no dia 12 de julho, em um condômino de luxo da cidade de Cuiabá. Isabela foi morta com um tiro no rosto efetuado pela sua melhor amiga. A garota chegou a ser presa pela justiça 2 meses depois do ocorrido, porém, foi solta apenas 8 horas depois da internação.

Agora, após a perícia do caso e indícios que a garota realmente efetuou os disparos contra a amiga e estava consciente do risco que corria, ela pode ser julgada e condenada pela justiça. Ainda está em tramite na justiça o processo que responsabiliza os pais da agressora pela posse da arma e por omissão de cautela na guarda de arma de fogo.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque.

Mulher mata namorado enquanto ele dormia e logo após tira a própria vida no Horto Florestal, em Salvador

Um triste caso tomou as manchetes da Bahia na manhã desta segunda-feira (11). O empresário Elton Campelo foi assassinado por sua namorada na tarde desse domingo (10). O caso aconteceu no Terrazzo Imperiale, no Horto Florestal, bairro nobre de Salvador. A autora do crime foi identificada como sendo Isabela Araújo de Valença.

De acordo com o site BNews, a mulher cometeu o assassinato enquanto o rapaz dormia. Assim, após tirar a vida dele, ela cometeu suicídio no banheiro do apartamento.

Elton vem da família que é proprietária da Curtume Campelo, em juazeiro (BA). A empresa é especializada em comércio e tratamento de couro e artefatos.

Ainda de acordo com o site BNews, o casal passava as férias na casa dos pais do rapaz, donos do apartamento localizado no Horto Florestal.

Assim, quando Isabela cometeu o assassinato com os tiros, o pai de Elton achou que tinha sido um objeto que havia caído no chão. Porém, quando entrou no quarto ele se deparou com a cena do crime.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.