Bolsonaro comemora em suas redes sociais decretos que facilitam a compra de armas

Uma notícia chamou a atenção dos internautas e dividiu opiniões nesta manhã de sábado (13). O presidente Jair Bolsonaro (Sem partido) publicou em suas redes sociais uma postagem comemorando a publicação dos decretos que ajudam a compra de armas de fogo e facilitam seu porte e posse. Os documentos foram publicados ontem (12) e começarão a valer em 60 dias.

Em sua publicação, Jair mostrou uma foto segurando uma arma em um stand de tiros com a legenda: ‘Em 2005, via referendo, o povo decidiu pelo direito às armas e pela legítima defesa’

Assim, com as novas regras, as pessoas que se encaixem nos pré-requisitos estabelecidas pela Lei 10.826/2003, conhecida como Estatuto do Desarmamento, poderão comprar até seis armas de fogo. Anteriormente, o limite era de quartos armamentos.

Além disso, membros das Forças Armadas, do Ministério Público e agentes prisionais podem também fazer a compra de duas armas a mais que civis. Assim, para essas pessoas, o numero máximo de armamentos é oito.

“materializar o direito que as pessoas autorizadas pela lei têm à aquisição e ao porte de armas de fogo e ao exercício da atividade de colecionador, atirador e caçador, nos espaços e limites permitidos pela lei”, afirmou a Presidência da República em nota.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Em conversa com apoiadores, Bolsonaro gera polêmica ao dizer: “Quero que vocês tenham armas”

Na manhã desta quarta-feira (13), uma notícia tomou as manchetes dos jornais. O presidente Jair Bolsonaro voltou a defender sua posição de defensor do armamento da população. Assim, o presidente afirmou em coletiva com apoiadores em Palácio da Alvorada, na última terça-feira (12), que armas são “liberdade e garantia” de segurança para as famílias.

“Eu quero que vocês tenham armas. Porque a arma é uma liberdade para vocês, é uma garantia que você vai, dentro da sua casa, dar o direito da sua família ser protegida. Sempre digo, povo armado, é povo que não será escravizado”, declarou.

O presidente também comentou sobre o aumento e popularização da compra de armas de fogo. Até outubro do ano passado, 144.707 armas de fogo foram registradas no país. “Eu quero destravar a questão das armas no Brasil. Em 2020, nós vendemos quase o dobro de armas de 2019, armas legais”, comentou.

Da redação Acontece na Bahia.

 

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque.

Governo Federal zera o imposto sobre importação de revólveres e pistolas

Nesta quarta-feira (9) o Diário Oficial da União (DOU) publicou a mudança na alíquota sobre a importação de armamentos. Imposto que antes era de 20% foi zerado. Assim, o presidente comentou em suas redes sociais que a mudança entra em vigor dia 1º de janeiro de 2021.

Em 2020, a Polícia Federal concedeu 58 mil novos registros de armas de fogo para defesa pessoal no primeiro semestre. Esse número representa um aumento de 4 mil armas em a todo ano de 2019.

O presidente sempre utilizou o armamento da população como um dos carros chefes da sua campanha. Assim, durante as eleições presidenciais de 2018, o atual presidente afirmou que facilitaria a compra e o porte de armas em todo país para os “cidadãos de bem”.

Bolsonaro já fez outras medidas que facilitam a compra de armamentos durante seu mandato. Uma delas é o aumento da quantidade máxima de cartuchos de munição que alguém pode comprar por ano. Nesse contexto, antes era possível adquirir apenas 200 cartuchos por ano. Contudo, Atualmente pode-se comprar até 300 unidades.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque.

Bandidos invadem casa de ex-coronel, faz família refém e rouba 108 armas

Cinco homens encapuzados invadiram a casa de um ex-coronel da Polícia Militar, que morreu há dois anos, fizeram três mulheres da família reféns e roubaram 108 armas de fogo que eram colecionadas pelo ex-policial. O assalto aconteceu na noite de sábado (3), na rua Três, bairro Parque 10, zona Centro Sul de Manaus.

Segundo informações da 23ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), por volta das 22h as vítimas chegavam em casa de carro quando foram surpreendidas pelos criminosos, que estavam na rua em outro veículo não identificado.

Os bandidos, que estavam encapuzados, renderam as mulheres e entraram na residência. As vítimas foram amarradas e a quadrilha começou a recolher as armas, que faziam parte de uma coleção do militar.

Entre as armas roubadas estavam fuzis, pistolas, carabinas e espingardas. Ainda de acordo com a 23ª Cicom, as mulheres ficaram presas na casa até às 3h da madrugada de domingo (4), quando uma delas conseguiu se soltar e chamar a polícia.

Informações preliminares dão conta que as filhas do ex-coronel estavam anunciando as armas para venda, mas o fato ainda não foi confirmado pelas autoridades.

Na manhã de domingo, investigadores do 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP) estiveram na entrada do imóvel da família, mas não localizaram nenhuma das moradoras.

A casa da família e outras residências da localidade possuem câmeras de seguranças, que devem auxiliar a Polícia Civil nas investigações.

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Nacional.