Polícia resgata animais domésticos sofrendo maus-tratos e animais silvestres sendo traficados em feira; 12 pessoas foram presas em flagrante

Uma triste notícia circulou nas redes nesta manhã de segunda-feira (8). Oito pessoas foram presas no domingo (7) por maus-tratos a animais domésticos e quatro por tráfico de animais silvestres. O caso aconteceu em uma feira de filhotes em Duque de Caxias, Baixada Fluminense.

Policiais da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA) fizeram a apreensão dessas 12 pessoas em flagrante, após os policiais identificarem que os animais a venda estavam sem água, sem comprovantes de vacinação e vermifugação e com parasitas na pele.

Além disso, os animais estavam guardados em espaços extremamente pequenos como gaiolas.

As pessoas foram acusadas através da Lei Sansão, publicada em setembro do ano passado, que prevê pena de detenção de três meses a um ano, ou multa, por “ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos”.

Entre os animais resgatados e que sofriam maus-tratos foram encontrados filhotes de cachorros e pássaros.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Defensoria Pública entra com ação contra ex-deputado que chutou idoso que foi flagrado agredido cachorro a pauladas

Uma notícia chamou atenção dos internautas nesta manhã de sábado (30). A Defensoria Pública do Estado da Bahia (DPE-BA) entrou em ação contra o ex-deputado estadual Marcell Moraes após ele agredir senhor que havia sido flagrado agredindo cachorro.

Leia mais em:

Ex-deputado chuta idoso que agrediu cachorro de rua com pauladas e responde críticas: “Não tenho sangue de Barata”

Júlio Ferreira dos Santos agrediu um cachorro de rua e foi flagrado por um cinegrafista amador. Logo depois, o ex-deputado estadual Marcell Moraes identificou o homem e tentou tirar satisfações, mas perdeu o controle e acabou chutando e humilhando o idoso.

A Defensoria Pública pede a retirada das imagens da rede e o pagamento de danos morais à Júlio Ferreira.

O idoso buscou a DPE na manhã de ontem (29) e prestou depoimento que será usado na ação contra o ex-deputado. Além disso, o idoso foi encaminhado para fazer exame de corpo de delito.

Em uma postagem na página Salvador Invisível, Júlio pede desculpas pelo seu terrível ato de agressão e diz ter sido a primeira vez. “Eu sei que cometi um mau trato contra o meu cachorro e estou muito arrependido disso. Eu nunca fiz isso, nunca fiz. Eu sempre dormi com o meu cachorro debaixo dos baús de caminhões e em uma barracazinha no porto do Comércio, viu abençoado? Tenho um amigo no portuário que é veterinário e que me ajuda muito com Amoroso. Ele sempre foi manso, sabe? Mas de ‘uns tempos pra’ cá começou a avançar nas ‘pessoa’ e até já mordeu uma criança”, diz no início da postagem.

A página Salvador Invisível afirmou que vai enviar uma representação contra o ex-deputado para o Ministério Público nos próximos dias. Além disso, vai acionar a Defensoria Pública, Conselhos Municipais de Idosos e de Assistência Social, e também à Comissão de Direitos Humanos da OAB-BA.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Ex-deputado chuta idoso que agrediu cachorro de rua com pauladas e responde críticas: “Não tenho sangue de Barata”

Uma notícia circulou nas redes nesta manhã de quinta-feira (28) e chamou a atenção dos internautas. O ex-deputado Marcell Moraes respondeu em live nas suas redes sociais as críticas que estava recebendo após um vídeo em que ele batia em um homem que agrediu um cachorro com pauladas.

O caso aconteceu na manhã de ontem (27) na Ilha do Rato, localizada na Feira de São Joaquim, bairro da Calçada, em Salvador. Um homem foi flagrado espancando um cachorro de rua com pauladas. Após o vídeo viralizar, Marcell conseguiu identificar o agressor e o denunciou. No meio da confusão, o ex-deputado se descontrolou e agrediu o idoso com um chute.

Marcell explicou que ele não podia ter ficado olhando a situação e que as pessoas que o criticavam não tinham amor aos animais: “Não tenho sangue de barata, se uma pessoa desse 12 pauladas na cabeça de sua mãe, do seu filho, qual seria a sua reação? O mesmo sentimento que tenho pela minha filha tenho pelos animais. Respeite o meu amor, minha bandeira de vida, o animal não é um objeto”

“Ele não foi agredido, dei um chute nele e faria novamente”, concluiu o ex-deputado. Além disso, ele afirmou que o cachorro agredido está bem e foi adotado por uma ONG.

https://www.instagram.com/deputadomarcellmoraes/?utm_source=ig_embed

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , , , , .

Categoria(s): Destaque.

Garotinha de 1 ano e meio acaba morrendo depois de ser atacada por cachorro da raça Chow-Chow da família

Uma família está lidando com uma perda muito precoce. Antes mesmo de completar os 2 anos de idade, a filhinha deles se foi. Ela foi atacada por um cachorro da Raça Chow-Chow. Mas o que aconteceu no momento do ocorrido?

Tudo começou quando a família estava numa fazenda na cidade de Frei Inocêncio, no leste de Minas Gerais. Então, o pai informou que viu a criança atacando a filha e correu para socorrê-la. Nessa hora o cão estava muito agressivo e também feriu o homem. Às pressas, a família levou a garota até o Hospital Municipal São Geraldo. Chegando lá, a equipe médica recebeu a criança com vida e constatou inúmeros ferimentos no pescoço, rosto, nuca e cabeça. Mesmo com os esforços dos profissionais, a garotinha de 1 ano e meio estava muito ferida e acabou não resistindo. Além disso, o pai havia adquirido o Chow-Chow há 4 meses e ele sempre se mostrou dócil, sempre brincando com a criança e com a família. Segundo ele, o cachorro teria ficado agressivo por conta da presença de outro cão que apareceu. Mas o que dizem os profissionais sobre a raça?

Apesar de ser peludo e fofinho, com uma juba parecida com a do leão, cães da raça Chow-Chow podem se tornar bem agressivos. Sim, eles são amigáveis, brincalhões e dóceis, mas a questão é que eles podem se transformar pois são muito territorialistas. Diante de alguma situação atípica que o incomode muito ou provoque a sensação de ameaça, os cachorros dessa raça podem mudar completamente e atacar até mesmo os próprios donos. No Brasil, existem diversos casos noticiados de problemas com cães dessa raça.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): .

Categoria(s): Nacional.