Mc Maylon, que acusou Anderson do Molejo de estupro, muda a versão e diz: “Eu era o ativo”

Uma notícia está sendo destaque nesta terça-feira (13). O cantor MC Maylon, que acusa Anderson do Molejo de estupro, deu algumas informações ao jornal Extra diferentes das dos seus depoimentos. Segundo ele, os dois possuíam um relacionamento de 8 meses, com relações sexuais, antes de ter sofrido o estupro.

Em seus depoimentos à polícia, Maylon afirmou que era virgem e que considera Anderson o seu pai. O MC, no entanto, continua se intitulando virgem, mesmo admitindo as relações, dando a entender que era virgem porque nunca havia tido sexo anal.

“Preciso falar a verdade. Quero esclarecer para as pessoas saberem. Eu era caso do Anderson do Molejo. Tive um relacionamento com ele por 8 meses, de muito amor. Tínhamos relações sexuais antes de acontecer o estupro, só que eu era o ativo da relação”, afirmou.

“Não menti em nada, porque teve estupro. Mesmo eu sendo ex do Anderson, foi estupro. Eu era o ativo da relação e virgem, porque eu só era ativo. E no estupro, ele foi ativo comigo. Lembrando que mesmo você casado, falar não, é não.”, continuou.

“Ele foi o meu primeiro relacionamento. Oito meses não são oito dias. Anderson se apaixonou por mim, e eu por ele. Mas ele abusou de mim. Hoje sinto raiva dele”, finalizou o Mc Maylon.

Para relembrar, Mc Maylon prestou queixa em uma delegacia do Rio de Janeiro afirmando ter se encontrado com Anderson para tratar da sua carreira, e depois foi levado para um motel e foi estuprado. Segundo o Mc, ele foi empurrado contra a parede, levou tapas no rosto e foi forçado a ter relações.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.