‘Difícil, porém necessário’, desabafa homem mais alto do Brasil ao amputar a perna direita e receber alta de hospital

Após amputar a perna direita, o homem mais alto do Brasil recebeu alta médica.  Joelison Fernandes da Silva, que mede 2,37 metros, foi liberado nessa sexta-feira (10), após passar pelo procedimento cirúrgico que durou cerca de três horas e aconteceu na noite da terça-feira (7), no Hospital Antônio Targino, em Campina Grande.

Momentos antes de sair do hospital, Joelison lembrou do sentimento que teve ao optar pelo procedimento.”Foi uma decisão complicada e difícil, porém era necessário. Isso é muito gratificante”, desabafou Joelison.

Ninão, como é conhecido, tinha osteomielite. A doença é infecciosa e atinge os ossos, em estado avançado. A doença foi diagnosticada há cerca de quatro anos, mas os sintomas começaram a aparecer há cerca de uma década.

Joelison falou sobre o alívio que a cirurgia representa para a sua vida.”Pretendo voltar a andar, voltar à minha rotina normal e começar a trabalhar novamente. São quase cinco anos que eu não ando e trabalho. Cinco anos dentro de casa deitado ou sentado”.

Após a cirurgia, o paraibano contou como está sendo a recuperação.”É uma sensação estranha. Já levantei para ir ao banheiro e senti uma sensação estranha. Em todo esse tempo, nunca quebrei nem um osso, e fazer uma amputação assim…”, comentou.

Joelison vai precisar de uma prótese para voltar a andar e realizar outras atividades cotidianas. Ninão disse que um morador de João Pessoa doou o equipamento, que deve começar a usar daqui a pelo menos dois meses.

Foi mobilizado uma campanha nas redes sociais e os valores arrecadados serão utilizados por ele durante o processo de reabilitação.“Quero agradecer mais uma vez a todos que abraçaram essa causa pra tentar me ajudar de alguma forma. Minha palavra de hoje, pra todos vocês, é de muita gratidão”.

O paraibano mora atualmente com a esposa. Os recursos que o casal consegue juntar correspondem a um salário mínimo, da aposentadoria que ele recebe desde 2012, e de alguns trabalhos decorativos feitos por sua companheira. Amigos de Joelison também tem feito doações para o casal.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.