Três “amigos” de Ariane são presos após ela desaparecer e ser encontrada sem vida, delegado afirma que foi um “teste”

As autoridades deram um passo a mais nesta quarta-feira (15). Após passar 7 dias desaparecida, uma jovem foi encontrada sem vida. Então, agora 3 amigos dela acabaram presos acusados no caso.

Aos 18 anos, a jovem Ariane Bárbara Laurerano de Oliveira foi encontrada sem vida no último dia 30, após passar 7 dias desaparecida. No dia em que desapareceu, Ariane avisou que sairia com as amigas para lanchar. Então, agora foram presos 3 acusados no crime que seriam os amigos dela. Eles foram identificados como Jeferson Cavalcante Rodrigues, de 22 anos, Raíssa Nunes Borges, de 19, e Enzo Jacomini Carneiro Matos, de 18.

De acordo com o delegado Marcos de Oliveira Gomes, Raíssa Borges desejava saber se era uma psicopata e esse seria motivo principal do crime. A vítima seria uma das pessoas com nome numa lista e teria sido escolhida por ser a menor. O delegado afirmou:

“Eles não escolheram a Ariane por um motivo específico. Poderia ser ela ou outros dois nomes que saíram numa lista. Ela foi escolhida porque era pequena e, caso reagisse no momento do homicídio, eles conseguiriam realizar o crime.”

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

publicidade

Amigas decidem pedir uma salada em um restaurante, e depois de algumas garfadas, se deparam com uma rã em seu prato

Uma imagem viralizou nas redes sociais neste domingo (2), após uma cliente de um restaurante encontrar uma rã em meio a sua salada, enquanto comia alimento que havia pedido no comércio. A situação ocorreu na última quinta-feira (29), em  Natal, no Rio Grande do Norte.

Segundo o portal Globo, ela estava com sua amiga quando resolveu pedir uma salada. Após o prato chegar, ela e a amiga começaram a comer, quando descobriram uma rã no seu prato, porém o animal já estava sem vida.

“Foi bem assustador, bem nojento. Eu fiquei muito mal de madrugada. Não quis comer mais nada, fiquei de jejum praticamente 24 horas. Nunca tinha passado por isso”, disse.

De acordo com o portal, o estabelecimento que serviu o prato, publicou um comunicado, onde pediu desculpas pelo o ocorrido e que todas as comidas servidas no restaurante passam por um processo rigoroso de seleção.

“Nós da Bloomin’ Brands, grupo detentor da marca Outback Steakhouse, informamos que lamentamos muito o ocorrido. Entramos em contato com a cliente, conversamos e a situação foi resolvida. Combinamos uma nova visita para que a consumidora possa conhecer todos os nossos procedimentos. Gostaríamos de esclarecer que todos os pratos do nosso menu são preparados diariamente pela nossa equipe, dentro do próprio restaurante, com ingredientes frescos” disse em nota.

“Temos um rigoroso processo de seleção de fornecedores para garantir o frescor dos itens. Também seguimos um rigoroso processo de higienização e controle de qualidade, o que se reflete na excelência e no alto padrão dos nossos alimentos. Em 24 anos de atuação no Brasil, temos um compromisso histórico com nossos clientes, além do compromisso com os procedimentos que buscam garantir uma excepcional experiência ao consumidor”, concluiu.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

publicidade

Após 10 dias de desaparecimento, amigas são encontradas sem vida e autoridades falam sobre “queima-de-arquivo”

Uma procura chegou ao fim de forma difícil. Nesta terça-feira (23) chegou ao povo o paradeiro das duas jovens que estavam desaparecidas desde o último dia 10.

Gislane Silva Mendes, de 21 anos, conhecida por “Baiana” e Juliana Marques Bezerra, de 14 anos, conhecida por “Galega”, geraram grande preocupação com o seus desaparecimentos. Então, na última segunda-feira (22), o mistério foi resolvido, mas não teve um final feliz. Uma denúncia anônima relatou que as jovens estariam numa área de mata atlântica no município de Bom Conselho, no estado de Pernambuco.

Após isso, as autoridades coordenaram uma ação conjunta. Tanto a Polícia quanto os Bombeiros foram até o local para apurar a denúncia. Chegando lá, a equipe realizou escavações e localizaram os corpos das duas jovens, que já estavam em acelerado estado de composição. Além disso, informações preliminares dão conta de que ainda era possível observar marcas de cortes, feitas por algum objeto relativamente grande, em ambas. Mas não termina aí.

De acordo com o portal Blog do Didi Galvão, três suspeitos já foram identificados três suspeitos da barbárie, sendo um deles um suposto ex-namorado de Gislane. Esse último já está preso e sob a disposição da justiça. Ainda segundo o portal, uma das jovens, a “Baiana”, teria sido morta por “queima-de-arquivo”, pois saberia de crimes realizados por dois dos suspeitos supracitados. Um desses crimes teria repercutido muito na região, pois se trataria da morte de um jovem que segue em investigação. Além disso, a jovem de apelido “Galega” teria morrido simplesmente por estar junto com a “Baiana”, para evitar que ela denunciasse a morte da amiga que já estava “marcada”.

Da Redação do Acontece na Bahia.

 

Tag(s): .

Categoria(s): Nacional.

publicidade