Justiça obriga prorrogação do Auxílio Emergencial de R$ 300 reais ao Governo Federal para estado extremamente afetado pela pandemia

Uma notícia circulou nas redes nesta manhã de quinta-feira (4) e chamou a atenção dos internautas. A Justiça Federal mandou que o Governo Federal estendesse o pagamento do auxílio emergencial de R$ 300 para o Estado do Amazonas. A medida drástica está sendo tomada visando ao estado caótico que se encontra o estado.

A determinação da justiça é que o benefício seja prorrogado por mais dois meses no valor de R$ 300. Assim, a justiça visa controlar os prejuízos do novo surto da doença que se alastra no estado.

O juiz federal Ricardo Augusto de Sales publicou a decisão na quarta-feira (3) e determinou uma multa no valor de R$ 100 mil por dia caso seja descumprida.

O Ministério da Cidadania foi procurado pela equipe de reportagem do site G1, mas até o momento não se pronunciou sobre a decisão do Juiz.

A justiça tomou tal decisão exclusivamente para o estado do Amazonas visando o estado caótico do estado. Com o atual surto, o estado apresentou o colapso do sistema de saúde no estado e, principalmente, na capital, Manaus. Assim, a falta de insumos e a superlotação dos hospitais preocupa os gestores públicos e suas consequências na economia do estado ainda são desconhecidas.

A Justiça deu um prazo de 15 dias para o Governo Federal se programar e começar os pagamentos da nova parcela do auxílio aos amazonenses. Além disso, o documento afirma que apenas as pessoas que ainda se encaixam nos pré-requisitos do benefício poderão receber: “desde que o beneficiário ainda atenda aos requisitos estabelecidos”.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Após viralizar na internet, Paciente com Síndrome de Down que recebia oxigênio nos braços do enfermeiro consegue transferência

Uma notícia tomou as manchetes dos jornais nesta manhã de quarta-feira (27). Uma foto de um enfermeiro que abraçou e deu oxigênio a um paciente com síndrome de Down comoveu internautas de todo país. O profissional tentava tranquilizar o paciente que havia sido diagnosticado com Covid-19 e estava com medo de utilizar o equipamento para respirar.

O caso aconteceu na sexta-feira (23), em um hospital na cidade de Caapiranga, a 134 Km de Manaus. De acordo com a irmã do paciente, identificado como Emerson Junior Loureiro, de 30 anos, estava em tratamento para Covid no Local.

Ainda segundo ela, Emerson estava com medo de utilizar a máscara de oxigênio. “Meu irmão não queria deixar colocar a máscara para receber oxigênio pois se sente incomodado. Eu tinha acabado de sair de perto dele e o enfermeiro me disse: ‘deixa que eu faço, deixa que eu cuido’. Foi quando ele abraçou o meu irmão e, só por meio desse gesto, que ele se sentiu seguro. Foi muito bom”, contou ao jornal G1.

O enfermeiro Raimundo Nogueira falou com a equipe reportagem sobre o belo gesto e contou que usou o abraço para ganhar a confiança do paciente.

“Como ele não entende, pois é um paciente especial e eu cheguei próximo dele, dei um abraço, e eu consegui ofertar oxigênio. Assim, ele percebeu que aquele oxigênio fazia parte do tratamento sim, pois até melhorou a respiração dele”, disse.

Assim, após a comoção gerada pela foto, o homem conseguiu a transferência para uma um leito de UTI em Manaus.

Apesar da boa notícia, a cidade ainda vive colapso do sistema de saúde e há escassez de insumos e leitos de UTI para atender os pacientes. A cidade vive um novo surto de Covid e o estoque de oxigênio ainda é pequeno.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque.

Governo do Amazonas implementa toque de recolher para tentar controlar a situação da Covid-19 no estado

Uma notícia tomou as manchetes dos jornais na manhã desta sexta-feira (15). O governador do Amazonas, Wilson Lima, decretou no dia de ontem (14) um toque de recolher no estado. A ordem é estar em casa entre às 19h e 6h. A medida drástica tomada pelo administrador visa conter o aumento constante de casos de infecção no estado.

De acordo com o decreto, apenas pessoas que trabalham em serviços especiais poderão circular nesses horários, como Saúde, Segurança Pública e Mídia.

Além disso, o governador informou que farmácias poderão funcionar durante o toque de recolher, porém, apenas com os serviços de delivery.

Wilson afirmou que as medidas podem ser duras, porém, necessárias para o momento de calamidade que o estado vive.

O estado tem um momento de crescente no número de casos da Covid-19 e, em Manaus, acabou o estoque de cilindros de oxigênio dos hospitais da cidade, causando a morte de algumas pessoas doente e pânico dos moradores.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque.