Durante a CPI da Covid, Senador avisa que caixa misteriosa com conteúdo alergico foi enviada para os gabinetes

Uma notícia está sendo muito comentada entre os internautas, isso porque durante a sessão da CPI, o parlamentar Marcos Rogério (DEM-RO), informou a todos presentes que havia uma caixa misteriosa, nas salas do políticos. Além disso, o conteúdo da caixa causava reações alérgicas. Segundo alguns parlamentares, o embrulho faz parte de uma campanha de defesa dos animais.

“A minha assessora teve contato com esse objeto e desenvolveu uma reação alérgica. Então, estou apenas advertindo os colegas senadores e seus respectivos gabinetes. Me parece ser uma campanha legítima, mas parece que é um material de gesso” informou o senador, durante a sessão.

“A gente está usando máscara, e mesmo com máscara, o cheiro [do coelho] é muito forte. A gente não vai tocar nisso não”, informou um dos funcionários do gabinete do político durante a gravação do vídeo.

De acordo com o portal R7, junto com o pacote, havia um carta com o título “Humane Society International (HSI)”. Essa organização trabalha protegendo mundialmente os animais.

Leia também o portal do nosso editor www.romulofontoura.com.br

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional, Politica.

Mulher que faleceu após alergia a tinta de cabelo não poderá doar seus órgãos

A triste história da mulher de 34 anos que faleceu após uma reação alérgica a uma tinta de cabelo ganhou mais um capitulo nesta segunda-feira (15). Por conta da alergia, a mulher não poderá ter seus órgãos doados.

Segundo os médicos da Santa Casa de Catalão, onde ela estava internada em estado gravíssimo na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e onde a operação seria realizada, as complicações no organismo da vítima  impediram com que os órgãos fossem capitados. Karine de Oliveira Souza seria doadora de coração, pulmão, rins e fígado, porém, foi encontrada muita secreção purulenta na região da cavidade abdominal e uma trombose no intestino assim que se iniciou a cirurgia.

De acordo com as fontes, antes do procedimento de capitação dos órgãos, não foram identificadas as complicações. Ainda foi informado que os rins de Karine, caso fossem capitados, seriam doados a dois pacientes de Goiânia. O pulmão e o coração seriam doados a duas pessoas de São Paulo e o fígado iria para um paciente de Minas Gerais.

A marca da tinta de cabelo que causou a morte de Karine não foi divulgada, mas foi confirmado ser de uma marca importada. Antes da morte, a mulher foi avisada de médicos que não poderia usar tintas capilar, pois ela teria sido diagnosticada com alergia grave a qualquer produto.

Da Redação do Acontece na Bahia

 

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque.