Agente penitenciaria acaba presa após agentes descobrirem relacionamento amoroso com detento

Um fato curioso tem circulado nas redes sociais neste domingo (18). Uma profissional da segurança privada, Scarlett A, de 22 anos, trabalhava em uma prisão na cidade de Full Sutton, na Inglaterra.

Seus pais também atuam na área como policiais, sendo assim, ela conseguiu arranjar um emprego nessa profissão. Segundo informes lidos no Julgamento da Scarlett, ela teria sido pega paquerando um indivíduo que tinha sido preso por assalto a mão armada. Ainda de acordo com testemunhas, Scarlett tinha saído recentemente de um relacionamento tóxico e que trazia marcas de agressões no rosto, feitas pelo ex-namorado.

O Promotor do caso, Ayman Khokarm relatou que, ela teria começado a se aproximar do detento, Jones, e ficava conversando durante horas, com ele, nos corredores do presídio. Os demais detentos, relataram a mesma situação, dizendo que as visitas estavam cada vez mais frequentes.

Scarlett foi chamada a atenção pela sua amiga e colega de trabalho, à alertando de que sua conduta estava esquisita, e estava dando entender que queria um relacionamento com presidiário. A amiga acrescentou que isso traria sérios problemas para ela, pois, vale relembrar aqui, até o momento ela estava atuando como carcereira.

Em seu depoimento, ela alegou que Jones, teria ameaçado a sua família através de uma ligação.Dito isso, a polícia fez uma busca dentro da cela do indivíduo, e pasmem, encontram uma cartinha de amor, com uma foto mostrando a coxa tatuada com o número da cela, além do celular, é claro.

A defesa alegou que Scarllet, estava psicologicamente instável, pois, como havia dito antes, tinha terminado um relacionamento abusivo recentemente. Ainda segundo a advogada, Jones teria aproveitado do seu estado emocional para manipular suas ações, e que teria ameaçado o ex da Scarllet, ganhando o coração da vítima.

A defesa também disse que após o celular ser levado pra lá, o homem pediu que ela levasse 5.000 libras pra casa (que ele deu pra ela), e que um homem chamado Ginger Scouser iria buscar a grana. Ela ficou com medo e bloqueou o número.

E não parou por aí, ainda de acordo com a advogada, Jones teria entrado em contato com Scarllet, pedindo que pegasse cerca de 5.000 libras e levasse para casa, para que seu amigo, Ginger Scouser, fosse buscar. Ela ficou apavorada e bloqueou o contato.

Conclusão da história, Scarlett foi demitida da empresa de segurança pública privada e condenada a 10 meses de prisão por ter infringido a regras, e levado o celular para dentro da cela de Jones.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque, Internacional.