Após denúncia de mãe, prefeito é preso após realizar suposta videochamada criminosa

Uma notícia tem repercutido nas redes sociais nesta quinta-feira (29). O prefeito da cidade de São Simão, Francisco de Assis Peixoto (PSDB), fez várias videochamadas para um adolescente de quinze anos e em uma delas teria mostrado as partes íntimas, segundo acusações da mãe do adolescente que não quis se identificar. Francisco foi preso em Goiânia nessa quarta-feira (28), em cumprimento a uma determinação judicial por ser investigado de crime contra a dignidade sexual de menor.

A assessoria de imprensa da prefeitura disse por meio de nota que as acusações não procedem e que a inocência do prefeito será demonstrada ao longo das investigações.

Ele fez outra videochamada, aí mostrando as partes íntimas dele. Teve outra videochamada, só que meu filho foi tão inteligente que ele gravou a chamada. Falei: ‘meu filho, isso é caso de polícia, não está certo’”, disse a mãe do adolescente.

Em um print tirado da videochamada o rosto do prefeito é visto, e após o registro a mãe do adolescente procurou o Conselho Municipal de Segurança Pública para obter ajuda. Em seguida, a presidente do conselho, Vanessa Lima Araújo, entregou o aparelho celular do adolescente para o promotor de justiça apurar a denúncia.

A mãe do adolescente informou que o político se aproximou do filho por meio de mensagem de celular. “Meu filho recebeu uma mensagem escrita: ‘bem-vindo’. Ele perguntou quem era. Aí ele se identificou e falou: ‘é o Assis’. Meu filho perguntou se era o prefeito. Ele respondeu que sim”, contou.

O processo contra o prefeito corre em segredo de justiça e de acordo com a presidente do Conselho existem seis denúncias recebidas envolvendo o nome do político nos últimos seis dias. Nessa quarta-feira (28) foram cumpridos três mandados de busca e apreensão na prefeitura e em um hotel de parentes do político. O promotor de justiça não especificou os objetos que foram apreendidos na ação.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Morre adolescente baleada após tentar proteger o pai durante discussão em um bar de Indaiatuba

Uma notícia triste tem circulado nas redes sociais nesta terça-feira (6). Faleceu na madrugada desta terça-feira, uma adolescente de 17 anos que foi baleada ao tentar proteger o pai durante um desentendimento em um bar de Indaiatuba (SP). A adolescente estava internada no Hospital Augusto de Oliveira Camargo desde domingo, dia em que o crime aconteceu. O pai da jovem, que era o dono do bar, não resistiu aos ferimentos e faleceu na hora. O autor dos disparos ainda não foi localizado pela polícia.

O desentendimento aconteceu no estabelecimento da família, que estava funcionando há apenas uma semana, e que fica localizado no bairro Lauro Bueno. De acordo com a polícia, o crime foi registrado como homicídio e tentativa de homicídio no 1º Distrito Policial do município.

Testemunhas disseram que a discussão aconteceu porque dois clientes que bebiam no local perguntaram se a adolescente filha do dono do bar ‘‘fazia programas’’. Irritado, o pai da adolescente pediu que os homens se retirassem do local. Momentos depois um dos homens retornou armado ao local e disparou contra o dono do bar. Ao presenciar a ação, a filha teria tentado defender o pai e ido em direção ao homem com uma garrafa nas mãos, mas foi atingida com um disparo na região do olho. Mas não é só isso…

Pai e filha chegaram a ser encaminhados para hospital, mas o dono do estabelecimento, de 45 nos, não resistiu aos disparos de arma de fogo. A adolescente foi encaminhada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), do Jardim Morada do Sol e precisou ser transferida para o Hospital Augusto de Oliveira Camargo (HAOC), onde ficou na UTI e faleceu nesta madrugada.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Adolescente se passa por médica residente por semanas em hospital e é apreendida

Uma notícia está sendo destaque nesta terça-feira (01). Uma adolescente de 17 anos foi apreendida na tarde de ontem (31), após se passar por uma médica residente em Florianópolis.

No seu período no hospital, ela se identificava para os outros profissionais como residente de medicina, porém, ele se contradisse com alguns colegas ao alegar a instituição que estudava anteriormente, até ser supostamente transferida para a unidade. Além disso, ela portava um crachá falso, realizou atendimentos por algumas semanas e nas redes sociais publicava o local e filmava procedimentos.

O hospital, por sua vez, ao perceber a situação, acionou a policia. “A Secretaria de Estado da Saúde informa que a direção da Hospital Governador Celso Ramos acionou a Polícia Militar e tomou todas as demais providências ao flagrar uma jovem que tentava se passar por médica residente da instituição, na tarde desta segunda-feira. O fato está sob investigação das autoridades competentes”, disse a nota.

Ao entrar em contato com a família da adolescente para entender as motivações da farsa, uma irmã mais velha alegou que a jovem sofria de problemas psiquiátricos e que em um outro momento, inclusive, chegou a se passar por modelo.

Dessa forma, ela foi direcionada a Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, a Mulher e ao Idoso (Dpcami) e autuada por ato infracional, análogo ao crime de falsa identidade, além de usurpação de função pública. Após isso, ela foi entregue ao responsável legal que assinou um termo de responsabilidade.

O Judiciário e o Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) receberão o procedimento.

Leia também o portal do nosso editor www.romulofontoura.com.br

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque.

Investigadore consegue interceptar a adolescente que planejava fazer um massacre em escola que estuva em Belo Horizonte

Uma notícia deixou muitos brasileiro preocupados nesta semana. Pois a Polícia Civil conseguiu descobrir que uma adolescente estava planejando fazer uma chacina na escola onde ela estava estudando. Os agentes fizeram buscas e apreensão na casa onde a jovem mora e encontraram facas e um facão no quarto da adolescente. O caso aconteceu na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Durante a coletiva de imprensa, os investigadores não divulgaram em que cidade a menor de idade residia e nem as características de sua fisionomia. De acordo com a Delegada Danielle Aguiar Carvalho, da Divisão Especializada de Investigação aos Crimes Cibernéticos, a garota teria postado em suas redes sociais, anunciando que iria matar vários colegas da escola, inclusive familiares.

“Foi evitada uma tragédia, não tenho dúvidas disso.” disse a delegada. “Os pais claramente não sabiam o que estava se passando com a filha. Eles ficaram chocados ao saber de tudo, principalmente sobre os diálogos.” acrescentou.

“O comportamento dos adolescentes tem mudado, sobretudo com o panorama atual e requer atenção dos familiares. Os pais e familiares precisam ser diligentes na condução da educação e na fiscalização dos atos de seus filhos. Conhecer o comportamento deles nas redes sociais e grupos de whatsapp. É importante que se faça essa fiscalização e que se esteja atento a qualquer mudança de comportamento.” concluiu a delegada.

Leia também o portal do nosso editor www.romulofontoura.com.br

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.