STF nega transferência para hospital e decide manter Adélio Bispo em penitenciária federal

Uma notícia tem sido destaque nas redes sociais nesta quarta-feira (4). O julgamento da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), confirmou a permanência de Adélio Bispo na Penitenciária Federal de Campo Grande (MS).

A decisão dos ministros aconteceu em sessão virtual. O preso é autor de atentado a faca contra o então candidato a presidência da República em 2018, Jair Bolsonaro.

Os ministros confirmaram de forma unânime a decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que indeferiu o pedido do advogado de Adélio para que seu cliente seja transferido para um hospital psiquiátrico. Adélio Bispo foi absolvido da facada em junho de 2019, após a justiça o considerar inimputável por transtorno mental.

Na época em que a decisão foi proferida, o magistrado decidiu que Adélio deveria ficar internado em um hospital psiquiátrico por tempo indeterminado. Entretanto, devido a periculosidade do acuado, a sua permanência no presídio federal de Campo Grande se fez necessário. Adélio está preso no mesmo presídio desde o atentado que cometeu.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.