‘Não sou nenhum menino amarelo’, diz Rui Costa ao afirmar que governo federal cancelou recursos de obra por perseguição política

O governador Rui Costa (PT) esteve nessa quarta-feira (8), em uma inauguração de 20 quilômetros de pavimentação da BA-152. No discurso feito em Rio do Pires, Rui Costa aproveitou para acusar o governo federal de cancelar verbas para a construção de uma adutora na Bahia. Segundo ele, um dos ministros de Bolsonaro teria voltado atrás em enviar os recursos em razão de perseguição política.

“Querem ver que mesquinharia e que perseguição desse pior presidente da República [Jair Bolsonaro]? Vi um vídeo essa semana, com essa meia dúzia de egoístas. Um deles chegou a dizer que tinha ido ao ministro, e que o ministro teria se comprometido a cancelar a participação do governo federal nessa obra. E, no dia seguinte, eu recebo uma carta do ministro cancelando o recurso”, contou Rui Costa.

O gestor não mostrou comprovante de cancelamento da verba e também onde estaria o suposto vídeo. O projeto após realizado ajudará no abastecimento de água das cidades de Boquira, Paramirim, Caturama, Rio do Pires, Ibipitanga e Macaúbas, além de outras sete localidades em Ibitiara e Ibipitanga. A obra foi orçada em cerca de R$186 milhões.

O petista contou um pouco de sua história como um ato de provocação. “O que eles não sabem, o que eles não esperam nunca, é que eles acham que quem está sentado na cadeira de governador é algum menino amarelo que foi criado em playground, que é algum menino riquinho, mimado, que jogava gude em mármore ou empinava arraia em ventilador. Eu nasci no morro da Liberdade, na favela de Liberdade”, comentou.

Segundo Rui Costa, a obra se iniciará e será concluída com recursos próprios. “Porque o cara que gravou esse vídeo disse: agora eles vão ver a água que eles vão ter, porque o estado não vai ter dinheiro para fazer essa obra. Pois se engana, meu caro, porquê quem governa esse estado é Rui Costa dos Santos”, finalizou.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional, Politica.

Após acusação de cárcere privado de namorada, cantor Eduardo Costa se pronuncia: “Isso é tudo conversa fiada”

Em meio a constantes boatos que a empresária Mariana Polastreli está sendo mantida em cárcere privado, o sertanejo Eduardo Costa decidiu quebrar o silêncio e falar sobre o assunto. De acordo com o colunista Leo Dias, do portal Metrópoles, o ex-marido de Mariana Polastreli, Eduardo Polastreli, acusou o cantor Eduardo Costa de proibir a namorada de ver os filhos dela, em razão de um “ciúmes doentio”.

O cantor sertanejo se manifestou contra a acusação e enviou um áudio ao Fofocalizando, em que nega a afirmação de Polastreli. “Isso é tudo conversa fiada, isso é tudo gente doida. Tem condição um negócio desses? Isso é fake news, isso é gente louca. Desde quando eu impeço a mulher de ver o filho e o cara [Eduardo Polastreli] procura o Leo Dias? E não procura a polícia? Que coisa esquisita. Isso é vagabundo querendo aparecer”, desabafou o sertanejo.

“O cara é um doente. Nada disso. Isso é conversa pra boi dormir. Desde quando? Uma mulher dessa… uma mulher informada, uma mulher influente, tem rede social, está o tempo inteiro em rede social. Que ciúme, gente? Nem ciúme a gente sente”, concluiu Eduardo Costa. 

A apresentadora Gaby Cabrini disse durante a exibição do programa que entrou em contato com a empresária Mariana Polastreli e que foi informada por ela que está tudo bem.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Artistas, Destaque.