Acusado de abusar de mulher dos 3 aos 23 anos, médium Paulinho de Deus tem prisão preventiva decretada por abuso sexual

Uma notícia assustou os internautas nesta manhã de quinta-feira (11). O médium Paulo Roberto Roveroni, conhecido como Paulinho de Deus, foi acusado de estupro de vulneráveis e preso na última quarta-feira (4).

De acordo com o site Varela Notícias, o médium recebeu a voz de prisão após inquérito que tramita na Delegacia de Defesa da Mulher. A identidade da vítima não foi divulgada pela polícia.

Em conversa com policiais, a mãe da váitima relatou que Paulinho de Deus abusou de sua filha dos 3 aos 23 anos da garota. De acordo com a mulher ela confiava no médium e não desconfiou dos abusos durante todos esses anos.

“O Paulo era uma pessoa considerada de bem e eu jamais desconfiei de qualquer coisa”. Segundo a mãe da garota, o homem afirmava que a menina tinha espíritos ruins e precisava passar por aquilo.

“Minha filha sempre teve muitos problemas psicológicos, era uma menina sem amigos e ficava muito retraída e eu não entendia o motivo. Há um ano, ela começou a fazer acompanhamento psicológico e foi depois disso que conseguiu me contar tudo o que havia acontecido durante esses 20 anos”, contou.

A defesa de Paulinho negou todas as acusações: “Em relação à prisão de Paulo Roberto Roveroni, tem-se que, em que pese ele estar preso preventivamente, não há elementos, por ora, que possam imputar a ele a prática de qualquer crime”.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.