Policiais resgatam garota de 2 anos amarrada com fios e chorando; a mãe da menina foi presa em flagrante

Uma triste notícia circulou nas redes desta manhã de segunda-feira (9) e assustou os internautas. A polícia prendeu uma mulher após ela ter abandonado a filha de dois anos amarrada com fios. O fato ocorreu na casa da mulher, na Cidade Líder, Zona Leste de São Paulo.

Vizinhos da mulher escutaram o choro da criança durante várias horas e chamaram a polícia. Assim, os Policiais Militares chegaram a casa da família e encontraram a garota chorando, amarrada pelos pés com fios e as luzes dos cômodos apagadas.

Nesse contexto, os policiais foram em busca da mulher, mas só localizaram ela por volta de 15 horas do sábado (7). Assim, a polícia prendeu a mãe da criança em flagrante e a encaminharam para Cadeia de trânsito do 89º DP.

Assim, a mulher responderá na justiça por abandono de incapaz, sequestro e cárcere privado, maus-tratos e violência doméstica.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Menina morre por causa de infestação de piolhos; pais são indiciados por maus tratos

A maioria das crianças já enfrentou algum caso de infestação por piolhos em algum momento da vida, sobretudo, no período escolar. O problema pode ser tratado com medicamentos e realização de uma boa higiene.

De acordo com o Jornal Extra, o que parecia ser mais um caso comum, virou caso de polícia nos Estados Unidos.

A menina Kaitlyn Yozviak, de apenas 12 anos, faleceu após ter um infarto causado por uma infestação severa de piolhos.

No último mês de agosto, a criança teve uma parada cardíaca ocasionada pela anemia profunda decorrente às repetidas picadas dos parasitas. Os pais de Kaitlyn, Mary Katherine Horton e Joey Yozviak, foram indiciados por homicídio.

A família reside na Geórgia, Estados Unidos. Legistas que realizaram a autópsia em Kaitlyn contaram detalhes sobre o caso e afirmaram que este teria sido o pior caso de infestação por piolhos visto em suas carreiras.

Ainda segundo a autópsia, a criança teria sofrido intensa dor causada por negligência nos procedimentos médicos.

Os exames que determinaram a causa de morte de Kaitlyn apontaram que a parada cardíaca que tirou sua vida foi causada por uma anemia secundária. Devidos às inúmeras picadas de piolho, a menina perdeu níveis consideráveis de ferro no organismo.

Em depoimento à polícia, a mãe da menina, Mary Katherine, afirmou que a filha não tomava banho há cerca de duas semanas antes de falecer. Em agosto, agentes estiveram na residência da família após a morte de Kaitlyn. Os policiais encontraram o local em condições precárias de higiene. A casa estava suja e com presença de vermes espalhados por camas, colchões e móveis.

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Internacional.