Homem que teria assassinado 24 pessoas, incluindo o próprio irmão, morre em uma troca de tiros contra policiais

Uma notícia está sendo muito divulgada no final desta semana e continua nas manchetes deste domingo (2). Isso porque, na manhã deste sábado (01/5), um homem que havia confessado ter matado 24 pessoas, foi morto durante um confronto com a Polícia Civil, em Canhotinho, Pernambuco.

Segundo o portal Metrópoles, com informações do site Alagoas 24 horas, o homem, identificado como Erivaldo, mais conhecido por ‘“Cabelinho”, estava foragido da Justiça de Alagoas já algum tempo.

Ainda de acordo com o site, os policiais se deslocaram para a localidade onde o suspeito estava escondido, para cumprir um mandado de prisão, entretanto, ao chegarem ao recinto, foram surpreendidos com vários disparos de arma de fogo. Os agentes informaram que, assim que Erivaldo começou a atirar, os policiais revidaram e acertaram “Cabelinho”.

O suspeito foi encaminhado para o Hospital de Garanhus, entretanto, devido aos ferimentos, o elemento não resistiu e veio a óbito na unidade de saúde. Ele estava solto desde fevereiro de 2020, após 30 anos no sistema prisional. Segundo informações do Alagoas 24 horas, Erivaldo Francisco Neves de Oliveira,  teria assassinado 24 pessoas, sendo 13 dentro da prisão, incluindo o próprio irmão.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.