Sobrevivente de acidente com 24 mortos na BA segue hospitalizada, mas não sabe que perdeu mãe, filha e noivo

Uma sobrevivente do trágico acidente envolvendo um ônibus de turismo e um caminhão na Bahia, que resultou na perda de 24 vidas, está atualmente hospitalizada, apresentando um estado de saúde estável. Ela foi conduzida ao Hospital Clériston Andrade, em Feira de Santana, localizado a aproximadamente 100 km de Salvador e distante 260 km da região onde ocorreu o acidente.

Inicialmente, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou 25 vítimas fatais no acidente, porém, posteriormente, tanto a PRF quanto o Instituto Médico Legal (IML) confirmaram 24 óbitos, sendo três no caminhão e o restante no ônibus. O lamentável incidente ocorreu por volta das 23h30, no km 381 da BR-324, próximo à cidade de São José do Jacuípe, a cerca de 300 km de Salvador, e vitimou homens, mulheres, gestante, crianças e adolescentes.

A paciente, consciente, encontra-se internada em uma sala sem acesso a televisão e internet, pois ainda não foi informada sobre a perda de sua mãe, filha e noivo no acidente, conforme comunicação da unidade de saúde.

Dentre as 25 vítimas fatais, 22 estavam no ônibus e três no caminhão. Sete pessoas receberam atendimento em unidades de saúde da região, com duas delas já tendo recebido alta até por volta das 12h40, enquanto outras cinco permanecem internadas.

Quatro vítimas foram transferidas para hospitais em Salvador e Feira de Santana.

1 para o Hospital Estadual da Criança, em Feira de Santana;

A mulher internada no Hospital Geral Clériston Andrade, em Feira de Santana;

1 para o Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador;

1 para o Hospital do Subúrbio, em Salvador.

Os passageiros do ônibus, provenientes de Jacobina, realizaram a viagem para a praia de Guarajuba, distrito turístico de Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador, retornando ao município na noite do domingo.

As circunstâncias exatas do acidente ainda não foram esclarecidas, e a pista, que foi interditada, foi liberada por volta das 8h desta segunda-feira (8). A Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba) afirmou que o ônibus estava regular e o motorista possuía cadastro em dia.

A empresa Naldo Turismo, responsável pelo ônibus, emitiu nota lamentando o ocorrido, expressando solidariedade às famílias das vítimas e colaborando com a Prefeitura de Jacobina na agilização da liberação dos corpos e no translado para o município.

Durante uma sessão na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), o governador Jerônimo Rodrigues destacou os esforços do Governo para salvar vidas, encaminhar viaturas e encontrar vagas em hospitais. O coordenador da Brigada Anjos Jacuipenses, Lucival Souza, envolvido no resgate, descreveu a situação como extremamente dolorosa, destacando a busca minuciosa na área de matagal próxima ao acidente. Uma gestante foi encontrada sem vida sob o caminhão.

Da redação do Acontece na Bahia

Foto: Divulgação/Anjos Jacuipenses