Sinop: acusado de envolvimento na execução de 7 pessoas em bar é baleado após confronto com a polícia

Forças de Segurança acabam de deter um dos acusados de assassinar 7 pessoas, ontem, em um bar localizado na rua Diamante, bairro Jardim Lisboa, região do São Cristóvão. Ele foi baleado e levado ao hospital regional. O local onde ele estava não foi informado, assim como o estado de saúde e sua identidade.

Uma entrevista coletiva será realizada em alguns minutos, no batalhão da Polícia Militar, onde serão repassado mais detalhes. Além da Polícia Militar, participam da operação o Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), Polícia Civil e Cento Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer).

Pela manhã, o delegado da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa, Bráulio Junqueira, confirmou ao Só Notícias, que Edgar Ricardo de Oliveira de 30 anos, e Ezequias Souza Ribeiro, 27, foram identificados, nas imagens das câmeras do bar, como autores dos disparos a queima roupa. Os crimes foram ontem por volta das 17 horas e, de acordo com a polícia, ocorreram após um jogo de sinuca no bar, com provável aposta de dinheiro. Os dois homens, que estariam jogando, fizeram os disparos. Quatro faleceram no interior do bar. Duas pessoas caíram, mortas, na calçada e na rua.

Câmeras de segurança do bar registraram os dois homens cometendo a execução. Um que estava com pistola domina algumas pessoas. O que portava a espingarda, após fazer os disparos a queima roupa, vai até uma mesa de sinuca e pega dinheiro que seria da aposta.

As vítimas foram identificadas: Elizeu Santos da Silva, 47 anos, Orisberto Pereira Sousa, 38 anos, Adriano Balbinote, 46, José Ramos Tenório, 48, o dono do bar Maciel Bruno de Andrade Costa, 35, Getúlio Rodrigues Frazão Junior, 36, e sua filha, de 12 anos.

Em instantes mais detalhes.

Fonte: Só Notícias