Sento Sé: Prefeito é afastado do cargo e perde direitos políticos por descumprir acordo

O prefeito Ednaldo Barros (PSDB), reeleito para administrar o município de Sento Sé, foi afastado do cargo por uma decisão da Justiça Federal. Além disso, perdeu os direitos políticos durante cinco anos e foi multado em R$ 95 mil. Barros foi acusado de não realizar a perfuração em pelo menos 20 poços artesianos, mesmo tendo firmado convênio com a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) e recebido R$ 237 mil para realizar a ação. Em sua decisão, o juiz federal em Juazeiro, Eduardo Gomes Cargueja sentencia que “dado o valor do convênio, se considerado que se trata de Município pobre, e a finalidade de importante repercussão socioeconômica, determino a perda da função pública”. Ele aponta ainda que “há razão suficiente para que se suspendam os direitos políticos por cinco anos, metade da previsão legal, porém suficiente para que seja necessária uma nova aproximação com o eleitorado”. Com a decisão, o vice-prefeito eleito Manoel da Paixão Reis (PSDB) deve tomar posse em janeiro.

Fonte: Politica Livre

Categoria(s): Regional.

Comente: