Sensibilizado pela pandemia, cantor leva idosos gratuitamente para postos de vacinação com seu carro

Uma bela história de empatia circulou nas redes e chamou a atenção dos internautas nesta manhã de terça-feira (16). O cantor Orlando Bendelack de Oliveira, de 34 anos, deu uma aula de empatia após organizar caronas voluntárias para levar idosos dos bairros Guaratiba, Recreio e Campo Grande, no Rio de Janeiro, para os locais de vacinação.

Orlando afirmou que esteve preocupado sobre as dificuldades que os idosos da área onde ele mora teriam para receber a dose da vacina. Assim, ele resolveu ajuda-los com caronas de carro até os locais de vacinação.

Assim, o cantor que é conhecido como Dinho Bendelack, publicou ação filantrópica nas redes sociais e ganhou grande engajamento. O homem comentou sobre o sucesso da postagem e afirmou que tem relação com o momento difícil que estamos passando.

“Acredito que a viralização é o resultado da necessidade de acreditar em dias melhores, porque boas ações e o sorriso de um “vovozinho” podem nos trazer a esperança que muitas vezes está perdida”, afirmou.

Atualmente desempregado, o cantor complementa a renda como motorista de aplicativo. Porém, com a vinda da pandemia, Dinho se viu em uma situação complicada e com seu poder aquisitivo significativamente reduzido. Mesmo assim, o senso de empatia de Orlando apenas aumentou neste momento de dificuldade.

“Eu me reinventei, estou trabalhando com pipas. Tenho saúde para correr atrás. Meus pais são idosos e podem contar comigo, mas penso nos idosos que não têm as mesmas condições. Corta o coração vê-los sozinhos no mercado, nas ruas; eles podem pegar o coronavírus e morrer”, contou.

Uma das beneficiadas com as caronas de Dinho foi Maria Rizalva Silva de Aquino, de 89 anos, que é cadeirante e é portadora da doença de Alzheimer em estágio avançado. A filha de dona Maria, Sandra Lourenço, afirmou que a ajuda é muito bem vinda e em um momento oportuno, uma vez que é muito difícil locomover a mãe pela cidade devido à cadeira de rodas.

“Achei linda a atitude do Dinho. Tenho que agradecer muito a Deus e a ele, porque até na própria família pessoas com carro não tiveram essa disponibilidade.”, afirmou Sandra.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Comente: