Sem ajuda para resgatar, defensora dos animais prende jumento usando uma peça de roupa: “Foi a única maneira que encontrei”

Para conter os animais e conseguir resgatá-los, a ativista pediu ajuda a pessoas que estavam nas proximidades. Contudo, sem apoio, ela preferiu resolver a situação com o que tinha nas mãos

A ativista Stefani Marinho Rodrigues, que tem 41 anos, estava passando de carro quando viu dois jumentos, um deles ainda filhote, caminhando perto da pista intensamente movimentada . Stefani estava a caminho do abrigo Anjos da Proteção Animal (APA), em Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza, organização da qual é presidente e que tem políticas sem fins lucrativos, e resolveu ajudar os animais. De acordo com o portal Globo, Stefani explicou:

“Parei meu carro, tentei seguir os animais e eles ficaram acelerando os passos. Consegui colocar os dois em cima da calçada de um posto de combustível e pedi cordas aos funcionários ou algum instrumento que pudesse segurar o animal. Não obtive essa ajuda e a única maneira que eu encontrei de segurar o animal foi retirar a minha calcinha e usar para segurar ele. Parece cômico, mas foi a única maneira que encontrei para ajudar aquela vida naquele momento.” Mas não termina aí.

Além de conseguir resgatar os animais e proporcionar suporte veterinário, Stefani levou eles para um sítio. Ainda segundo o portal, ela falou sobre o projeto que já salvou centenas de animais:

“Hoje dou continuidade ao trabalho que meu pai sempre realizou com os animais, dentro da proteção animal. Minha luta vem do berço e eu faço por amor e compaixão. É uma luta muito valorosa, pois estamos salvando vidas, vidas que são esquecidas pelo poder público.”

Por conta da solução inusitada encontrada por Stefani, ela apareceu em inúmeros jornais e páginas.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Comente: