Segundo boletim, Bolsonaro apresenta melhoras e tem sonda retirada para início da alimentação

Uma notícia está sendo destaque nesta sexta-feira (16). O presidente Bolsonaro (sem partido) retirou ontem a sonda nasogastrica que estava usando devido a obstrução intestinal e começará hoje o inicio da alimentação (líquida, seguida de pastora e por último, sólida). A informação foi dada pelo hospital Vila Nova Star, no qual está internado desde quarta-feira (14).

Até o momento não se tem informação sobre a necessidade da cirurgia e nem de quando Bolsonaro receberá alta.

Durante uma entrevista ao vivo ao programa de Sikêra Junior, na RedeTV!, Bolsonaro afirmou que receberia alta hoje e que o intestino está voltando a funcionar normalmente somente com o tratamento terapêutico.

“Dada a facada que eu recebi e quatro cirurgias, essa obstrução [intestinal] é sempre um risco muito alto. Mas, graças a Deus, de ontem para hoje, evoluiu bastante esse quadro. Então, a chance de cirurgia está bastante afastada”, disse.

Já o médico responsável, o Antônio Macedo, que estava ao lado de Bolsonaro, falou um pouco sobre o estado de saúde dele e em entrevista a Folha de S.Paulo, enalteceu que o presidente não receberá alta hoje.

“A cirurgia, a princípio, está afastada, uma vez que o intestino começou a funcionar e o abdome está mais flácido e mais funcionante”, disse Macedo ao programa da RedeTV!.

“O presidente hoje [quinta-feira] melhorou. Ele ainda está de sonda gástrica, nós estamos estudando a retirada da sonda porque os barulhos do abdome são bons, os ruídos são bons”, afirmou.

“E aquela área obstruída do lado esquerdo [do abdome], fruto de aderências decorrentes de toda essa complicação que ele teve, já esta mais palpável, pode permitir a retirada da sonda gástrica, ainda garantindo dieta líquida”, explicou o especialista.

Da Redação do Acontece na Bahia

Categoria(s): Destaque.

Comente: