“Se o senhor pudesse matar ele pra mim, seria uma benção” diz Padre Robson em conversa com advogado

Uma situação complicada chegou ao povo nesta segunda-feira (22). Isso porque um famoso padre brasileiro disse coisas impensáveis para alguém do seu cargo. Mas afinal, o que aconteceu?

O padre Robson de Oliveira, de 46 anos, da Basílica do Divino Pai Eterno, na cidade Trindade, em Goiás, estava sendo investigado por, supostamente, desviar milhões de reais em doações enviadas por fieis. Contudo, agora ele se envolveu numa situação ainda mais complexa. Apesar do arquivamento das investigações, novas informações deixaram o povo ainda mais desacreditado.

De acordo com as autoridades, em arquivos encontrados em celulares do padre Robson, os agentes identificaram um áudio no qual o religioso conversa com um advogado. Durante a conversa, o padre estaria falando sobre um outro advogado com quem teria criado desafetos e diz: “Se o Senhor pudesse matar ele pra mim, seria uma benção.” Essa conversa teria relação com estratégias jurídicas. As informações vieram à tona na última edição do programa “Fantástico”. Mas não é só isso.

O padre é suspeito de movimentar milhões de reais, fazendas, um avião e uma casa de praia nos últimos dez anos. Então, diante das novas conversas que vieram à público, as autoridades estão apurando a possibilidade de outras irregularidades, além da lavagem de dinheiro, inclusive a existência organização criminosa que seria orquestrada por ele.

Da Redação do  Acontece na Bahia.

 

Tag(s): .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Comente: