Salvador recebe quatro navios com mais de 17,5 mil turistas durante o Carnaval

Durante o Carnaval, Salvador recebe quatro navios de cruzeiro, trazendo mais de 17,5 mil turistas. Na segunda-feira (20), atracou o MSC Seaview, com 5.210 passageiros. Nesta terça-feira (21), chegaram dois navios: Volendam (1.432 passageiros) e o MSC Seashore (5.632 passageiros). Amanhã, Quarta-feira de Cinzas (22), será a vez de receber o Costa Firenze, com capacidade de 5.246 passageiros.

 

A Secretaria de Turismo realiza um receptivo especial no terminal de passageiros do porto, com baianas estilizadas e desfile do Rixô Elétrico, além de disponibilizar guias de turismo bilingues e agentes de informação para orientar os visitantes. As ações fazem parte do projeto Bahia Receptiva.

 

De acordo com o secretário de Turismo do Estado, Maurício Bacellar, esta temporada de cruzeiros marítimos é a maior da história da Bahia. “A presença de cruzeiristas aqui tem um reflexo muito grande em toda cadeia do turismo e isso faz com que muito mais pessoas venham visitar o nosso estado”, afirma.

 

Na temporada que vai até abril, são esperados 400 mil cruzeiristas em Salvador e Ilhéus, que injetarão mais de R$ 240 milhões na economia baiana. O gasto médio individual é de R$ 600.

 

O advogado Cristiano Garcia, de Santa Catarina, não é marinheiro de primeira viagem, ele lembra que já passou alguns carnavais em Salvador. “Estávamos aqui em um cruzeiro no ano de 2020 e voltamos agora, depois da pandemia, para curtir este Carnaval maravilhoso. Já viemos de dentro do navio cantando, é Salvador, é um povo maravilhoso, é o Carnaval mais lindo do Brasil. É o Senhor do Bonfim abençoando a nossa chegada”, comemora ele, que está acompanhado da esposa e de mais um casal de amigos.

 

Cristiano até arrisca qual será a música do Carnaval: “tem aquela do Léo Santana, que dizem que está apavorando, parece que foi eleita”.

 

Outra foliã experiente é a arquiteta Daniela de Mauro, de São Paulo: “é a quarta vez que nós viemos de navio e sempre gostamos de parar em Salvador no Carnaval. Demos sorte que vamos pernoitar aqui. Muito bom, já tem o clima de carnaval, que é isso que a gente quer”.

 

A paranaense Tatiana Brunhare, que é técnica de laboratório, elogia o clima da cidade: “maravilhoso, superanimado, é o clima do Carnaval brasileiro, aonde você vai tem som. A gente estava um pouco preocupado com o clima, mas está maravilhoso. Tem que vir, curtir, isso aqui é único no Brasil”.