Salvador: Prates, Secretário de Saúde da cidade, afirma que a vacinação deve começar em até 72 horas após a chegada da carga com as doses

Nesta quinta-feira (7), o Secretário de Saúde de Salvador, Leo Prates, trouxe à tona uma informação muito relevante. Em entrevista à Record, Leo afirmou que a campanha de vacinação deve começar num prazo de até 72h após a capital baiana receber a carga com as doses do imunizante. O secretário também relatou que será possível vacinar quase 100 mil pessoas por dia:

“Temos capacidade de vacinação já testada em 2020 no H1N1 de 70 mil (pessoas) em um único dia. Dei desafio à equipe de nós nos superamos, melhoramos, e estamos prontos para vacinar até 90 mil pessoas num único dia. No nosso plano de vacinação estamos com nove drive-ins. A vacina chegando em Salvador, em 72h o município começa a vacinar.” Mas não é só isso.

Além disso, o secretário também explicou que a cidade já tem os equipamentos necessários:

“Nós estamos com quatro ultra-freezers que chegam à temperatura de – 86 graus, com capacidade de armazenamento de 160 mil doses de uma única vez. As vacinas que precisam de temperatura mais agressivas, como a da Pfizer, têm na prescrição técnica que suportam por até 10 dias temperatura de – 30 graus. Temos além dos que citei, mais 43 unidades de saúde com freezers que chegam a essa temperatura.”

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , .

Categoria(s): Nacional.

Comente: