Salvador: Advogado que matou barbeiro no Imbuí pede revogação de prisão preventiva e tem pedido negado na Justiça

Uma história intrigante continua trazendo desdobramentos nesta manhã de quarta-feira (10). A justiça negou a liberdade ao advogado José Geraldo Lucas Junior, acusado de matar o barbeiro Lucas Souza de Araújo, a tiros em um bar no bairro do Imbuí, em Salvador. O crime ocorreu no dia 24 de janeiro e foi noticiado em diversos jornais baianos.

Salvador: Após ser acusado de matar barbeiro, Advogado se entrega policia

A decisão veio do 1º Juízo da 2ª Vara do Tribunal do Júri – Salvador. Assim, a juíza Andrea Teixeira Lima Sarmento Netto negou o pedido da defesa do advogado em substituir a prisão temporária por prisão domiciliar.

Os advogados de defesa de José Geraldo alegaram a ausência de instalações de custódia de Sala de Estado Maior, devido ao fato de o rapaz ser formado em um curso superior. No entanto, consta que o homem está custodiado em sala na Polinter, em instalações adequadas ao seu cargo e separadas dos demais detentos. A decisão da justiça ainda cabe recurso.

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque.

Comente: