Rússia aprova lei contra ‘propaganda homossexual’

 

O Parlamento da Rússia aprovou nesta sexta-feira (25), em primeira leitura, o projeto de lei que proíbe a chamada “propaganda da homossexualidade”, que limita atos públicos e manifestações dos gays, noticia a Folha. A medida faz parte de um pacote de leis criadas pelo governo do presidente Vladimir Putin para diminuir os direitos dos homossexuais na Rússia, um dos países mais homofóbicos da Europa. A proposta foi aprovada com 388 votos a favor, um contra e uma abstenção. O projeto de lei ainda passará pela Câmara alta do Parlamento antes de ser enviado à sanção de Putin. Caso aprovada, a nova legislação permitirá a cobrança de multas de até 50 mil rublos (R$ 3.379) por manifestações, atos de campanha e ativismo pelo fim da discriminação de homossexuais. Ainda de acordo com a Folha, durante o debate no Parlamento, o deputado do governista Rússia Unida Serguei Dorofeyev disse que era preciso proteger crianças e adolescentes do que chamou de “consequências da homossexualidade”. Na Rússia, até 1993, ter relações com pessoas do mesmo sexo era crime e até 1999 era considerado uma doença mental.

Fonte: Bahia Notícias.

Categoria(s): Internacional.

Comente: