Rui Costa vai a jantar que contou com a presença do ex-presidente Lula e do ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin, e diz que união é fundamental para reconstruir o Brasil

Um jantar organizado pelo Grupo Prerrogativas em São Paulo, nesse domingo (19), contou com a presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin. O evento também contou com a presença do governador da Bahia, Rui Costa, além de outras autoridades.

Os antigos rivais políticos se reuniram pela primeira vez desde que começaram os rumores da possibilidade do ex-tucano ocupar o vice na candidatura presidencial de Lula no ano que vem.

“Estive hoje no jantar que reuniu o presidente @Lulaoficial e o ex-governador de São Paulo, @geraldoalckmin_. Independente de partidos, reconstruir o Brasil é uma tarefa para muitos, que só será possível com união. Não só com quem pensa exatamente igual a nós, mas com todos que queiram o bem do nosso país, para que a gente possa ultrapassar a tragédia que o Brasil vive hoje”, compartilhou Rui Costa nas redes sociais, junto com um registro de Lula e Alckmin se abraçando.

Compareceram também ao jantar o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), o prefeito de Recife, João Campos, ex-prefeito de Manaus (AM) Arthur Virgílio Neto (PSDB), os deputados Alessandro Molon (PSB-RJ), Marcelo Freixo (PSB-RJ), Marília Arraes (PT-PE) e o ex-presidente da Câmara Rodrigo Maia (sem partido-RJ) e os senadores Omar Aziz (PSD-AM) e Randolfe Rodrigues (Rede-AP), além do governador da Bahia, Rui Costa.

Também estiveram presentes no jantar, integrantes do governo de Dilma Rousseff (PT) como os ex-ministros José Eduardo Cardozo e Aloizio Mercadante. O jantar ainda contou com a presença de presidentes de partidos como Gleisi Hoffmann (PT), Gilberto Kassab (PSD), Carlos Siqueira (PSB), Paulinho da Força (Solidariedade) e diversas outras autoridades.

O ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, anunciou a sua saída do PSDB na semana passada. Alckmin admitiu a possibilidade de ser candidato a vice-presidente, em 2022, na chapa de Lula, (PT). De acordo com o ex-presidente Lula, a confirmação oficial de sua candidatura só acontecerá em março de 2022.

O ex-governador Marcio França (PSB) e o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT), que estiveram no jantar, articulam para Alckmin se filiar ao PSB. O ex-presidente Lula também cogitou a possibilidade de Geraldo Alckmin se filiar ao PSD, durante conversa com aliados, porém essa é uma possibilidade remota.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional, Politica.

Comente: