Search
Close this search box.

Produtos da agricultura familiar da Bahia são destaques em feira internacional na capital paulista

A agricultura familiar da Bahia conquistou a ‘Fruit Attraction’, feira internacional de fruticultura que acontece em São Paulo até esta quinta-feira, 18 de abril. Doces, cervejas, cachaças, geleias e chocolates são alguns dos produtos derivados de frutas, provenientes do cultivo familiar, que estão disponíveis para apreciação dos investidores que visitam o estande.

Para os exportadores, a qualidade, embalagem, diversidade e modo de produção chamam atenção. Gabriel Linhares, que atua no setor de exportação, ficou encantado pelos cafés produzidos pelas cooperativas baianas e pelos produtos derivados do Licuri. ‘Eu também gostei bastante dos itens feitos à base de cacau; eles possuem um forte potencial de exportação, em especial o café e o cacau. Mas voltarei para buscar esses produtos’, citou.

Graças aos investimentos do Governo do Estado, a Bahia tem se destacado no setor produtivo da fruticultura. Em sistemas como o do Cacau, Café, Caju, Umbu e Citrus, o montante aplicado para o fortalecimento da produção das famílias agricultoras chega a R$ 100 milhões.

Saulo Augusto, representante e Head de Impacto da Polvo Lab, destacou a satisfação de acompanhar o desenvolvimento e crescimento da agricultura familiar baiana na produção de mercadorias de qualidade.

“Uma questão que percebemos é a necessidade do grande mercado em ter acesso a esses produtos de origem e qualidade garantida, que beneficiam a todos. Confiamos tanto no processo, que atualmente trabalhamos, ou em algum momento trabalhamos, com a Bahia Cacau, Cooperacaju, Coopercuc e muitas outras cooperativas que movimentam a fonte de renda de diversas famílias. Acreditamos que este é um negócio para o futuro”, explicou.

A ‘Fruit Attraction São Paulo’ reúne os mercados de compra e venda de frutas e hortaliças e o Governo da Bahia tem marcado presença representado pelas Secretarias de Desenvolvimento Rural (SDR), do Turismo (Setur-BA) e da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura (Seagri).

Fonte: Ascom/SDR

Fotos: Sarah Matos – Ascom/SDR