Presos rejeitam Eduardo Cunha como juiz de futebol em presídio

Com o início do campeonato de futebol dos presos na penitenciária de Bangu, no Rio de Janeiro, o ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha, se apresentou para atuar como juiz na competição. No entanto, sua participação foi vetada pelos times, que argumentaram que ele não seria honesto. A informação é da coluna de Lauro Jardim, no jornal O Globo. Além de Cunha, Sérgio Cabral também ficou de fora do campeonato. O ex-governador do Rio de Janeiro ficará até o final do mês no isolamento por determinação da Secretaria de Administração Penitenciária. Condenado diversas vezes, Cabral cumpre pena por crimes como corrupção e associação criminosa. Já Cunha está detido por lavagem de dinheiro e evasão de divisas, entre outras ilegalidades.

(Fonte: A voz do campo)

Categoria(s): Regional.

Comente: