Presidente da CBF é pressionado a renunciar após e insatisfação da Seleção Brasileira

Uma notícia está sendo destaque nesta sexta-feira (04). A diretoria da CBF está em crise. Os integrantes da diretoria juntamente a dirigentes de federações estaduais estão tentando convencer Rogerio Cabloco a renunciar a presidência da CBF.

Isso porque além das críticas por conta da Copa América, da qual a seleção brasileira está bastante insatisfeita, uma funcionaria o denunciou por assédio sexual. Tornando, assim, insustentável a situação de Rogerio Caboclo.

Apesar das tentativas de renuncia, o dirigente continua resistindo a ideia. As denuncias da funcionaria revelam diálogos no qual ele pergunta a ela se masturba e tenta faze-la comer biscoitos para cachorro, a chamando de “cadela”. A denuncia foi feita formalmente à comissão de ética da CBF.

Essas denuncias são de conhecimento da entidade há mais de um mês e as sugestões para a renuncia já aconteciam desde então.

Porém, enquanto ele estiver no cargo de presidente, não deve desistir da organização da Copa América, visto que fez um investimento político muito alto, tanto em Brasília como na Conmebol, para conseguir traze-la ao Brasil.

Assim, diante da denuncia, é praticamente inviável a permanência dele no cargo.

 

 

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Comente: