Presidente Bolsonaro ao afirmar que “resolve problema do vírus em minutos” se quiser

Uma notícia tem repercutido nas redes sociais nesta quarta-feira (7). O presidente Bolsonaro (sem partido), afirmou nessa terça-feira (6) para jornalistas e a imprensa de uma forma geral, que se quiser “resolve o problema do vírus em poucos minutos”, disparando mais um ataque à classe jornalística. 

“É só pagar o que os governos pagavam para Globo, Folha, Estado de S.Paulo… Esse dinheiro não é para imprensa, esse dinheiro é para outras coisas”, desabafou o presidente Bolsonaro. Com o número de mortes crescendo, o Brasil contabilizou 4.211 mortes por covid 19 nessa terça-feira (6). 

O chefe do executivo ainda continuou os ataques: “Eu cancelei todas assinaturas de revistas e jornais do governo federal. Acabou. Já entramos no segundo ano sem nada. A gente não pode começar o dia envenenado”. E continuou… 

O presidente Bolsonaro evitou comentar acerca da demora pelo governo federal na compra de vacinas contra a covid-19 e afirmou que a falta de imunizantes é algo generalizado. “O Canadá está com problema de vacina também. O mundo todo, a não ser os países que fabricam, Estados Unidos e mais três ou quatro. O pessoal quer destruir o vírus, aqui quer destruir o presidente. É jogo de poder, se vai morrer mais gente, não interessa, não”, concluiu. 

Da Redação do Acontece na Bahia    

Tag(s): .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Comente: