Presa por matar o noivo em motel em Distrito Federal tem crise de pânico em prisão

Circula a informação que Marcella Paiva Martins de 31 anos teve, nesta quarta, (16) uma severa crise de pânico na prisão onde se encontra após o assassinato de seu noivo Jordan Lombardi.

A direção da Unidade Prisional de Barro Alto recebeu um chamado que Marcella não estava bem, contudo a informação que a detenta teria desmaiado não procede.

O caso ganhou enorme repercussão após ela atirar no noivo no dia 09 de Novembro e fugir e chegou até a tentar sequenstrar uma van escolar mas não logrou êxito nessa tentativa. Após tudo isso conseguiu uma carona com um motorista de caminhão que ao perceber o estado suspeito de Marcella, afirmou que precisa abastecer e fugiu do caminhão.

Marcella se encontra a disposição da justiça.

Foto: Rede Social.

Da Redação, com informações do Uol.