Parlamentar americana, Pam Keith, chama Bolsonaro de “corrupto, genocida e incompetente” e defende intervenção internacional no país

Uma notícia chamou a atenção dos internautas nesta manhã de segunda-feira (29). A política americana Pam Keith, do partido Democratas, utilizou sua conta oficial no Twitter para fazer forte crítica ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e reclamar sobre as medidas adotadas pelo presidente no combate à pandemia da Covid-19 no Brasil.

A declaração polemica da parlamentar norte-americana causou reações e discussões com personalidades brasileiras. Em sua publicação feita na última sexta-feira (26/3), a americana afirmou que a crise da Covid-19 no Brasil é um “problema sério”.

“A falta de liderança de Bolsonaro está criando uma crise econômica e de saúde, culminada com um escândalo político de proporções épicas”, afirmou.

Além disso, Pam pediu que os Estados Unidos tomem iniciativa e liderem uma “intervenção internacional”.

Em outra publicação a política chamou Bolsonaro de “corrupto, genocida e incompetente”. “Não posso exagerar a gravidade do problema em que a crise do Brasil está se transformando. Bolsonaro é um bruto corrupto, genocida e incompetente. As consequências posteriores disso podem ser terríveis”, afirmou.

A fala da congressista gerou diversas repercussões negativas entre os internautas brasileiros, que afirmaram que a soberania do país deveria ser respeitada.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque.

Comente: