Povo da cidade natal de Carlinhos Maia impede que estátua dele seja instalada e o humorista desabafa: “Me entristece os comentários”

Uma situação complicada aconteceu nessa semana. O povo de uma cidade alagoana não permitiu que uma homenagem fosse prestada a um artista da terra. Um homem que lá nasceu, que saiu da pobreza e chegou à uma vida rica através da arte de fazer as pessoas sorrirem, acabou tendo uma estátua rejeitada por alguns populares. Mas, afinal, quem é ele e o que aconteceu?

O personagem central dessa história é o humorista Carlinhos Maia. Nascido na cidade de Penedo, ele é muito conhecido por seu trabalho e por sempre aparecer ajudando financeiramente pessoas mais simples. Então, por atingir grande fama e divulgar o nome de sua terra, ele recebeu uma homenagem da prefeitura, que designou que uma estátua de Carlinhos fosse colocada na orla. Contudo, a ideia não agradou a todos. Iniciou-se uma movimentação de algumas pessoas da cidade para impedir que a estátua fosse colocada. Diante disso, a peça acabou não sendo instalada e retornou num caminhão. Mas qual seria o motivo para isso? Informações preliminares dão conta de que essas pessoas estariam reivindicando que outras personalidades marcantes da cidade também fossem homenageadas. Além disso, algum político também estaria fazendo parte do movimento. Então, Carlinhos, que é casado com Lucas Guimarães, deu a sua opinião sobre o caso e também falou sobre um possível preconceito envolvido nesta problemática:

“Me entristece os comentários que os penedenses dizem de alguém que veio do mesmo lugar que eles. Ah, mas um viado não representa a nossa cidade. Para que colocar a estátua de um viado? Acho que isso não tem nada a ver com o Carlinhos, mas com o preconceito e a maldade que existe dentro de vocês. E por não suportarem um viado e pobre que saiu do mesmo lugar. Com todo respeito que eu tenho a vocês, aprendam a não valorizar uma história, desvalorizando a outra. Quando me perguntaram onde eu gostaria de ver a minha estátua, poderia ser na vila, claro. Afinal, é lá que faço minhas histórias. Pensei em colocar na Nova Orla justamente para atrair o tanto de turistas que visitam a vila, e vai aumentar cada vez mais, para irem para Nova Orla. Para que a nova orla seja um atrativo, além da vila. E não é pensando em política, porque não sou político. Não preciso e não quero o voto de vocês para nada.”

Da Redação do Acontece na Bahia.

 

Tag(s): .

Categoria(s): Nacional.

Comente: